• 10/09/2020 14:54
Preso na Rússia

STJ nega pedido de liberdade contra acusado de ataque ao Porta dos Fundos

  • 10/09/2020 14:54
  • PorEstadão Conteúdo
    Fauzi é preso pela Interpol
    Imagens do circuito de segurança do Aeroporto Tom Jobim mostram Eduardo Fauzi passando por procedimentos de embarque, na tarde de 29 de dezembro de 2019.| Foto: Reprodução/TV Globo

    O pedido liminar para revogar a ordem de prisão temporária contra o empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise, investigado por tentativa de homicídio e crime de explosão, foi negado pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Rogerio Schietti Cruz. Ele é apontado pela polícia como integrante do grupo que arremessou coquetéis molotov contra a sede da produtora do canal Porta dos Fundos, em dezembro 2019, no Rio de Janeiro. Fauzi, que chegou a admitir que teve alguma participação no ataque, mas negou ter jogado as bombas contra a sede da produtora, foi preso pela Interpol na Rússia e poderá ser extraditado para o Brasil.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.