Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O governo de São Paulo começou a testar o monitoramento de sinais de celulares na tentativa de combater o avanço de novo coronavírus. A ideia é usar esses dados para detectar aglomerações de pessoas. Mas como isso vai funcionar? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O governo de São Paulo começou a testar o monitoramento de sinais de celulares na tentativa de combater o avanço de novo coronavírus. A ideia é usar esses dados para detectar aglomerações de pessoas. Mas como isso vai funcionar? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀| Foto:

O governo de São Paulo começou a testar o monitoramento de sinais de celulares na tentativa de combater o avanço do novo coronavírus. A ideia é usar esses dados para detectar aglomerações de pessoas. Mas como isso vai funcionar?

As principais operadoras de telefonia do país vão fazer esse monitoramento durante o período de quarentena, acompanhando possíveis movimentações e identificando locais onde exista concentração de pessoas.

Essas informações são repassadas ao governo, que vai poder realizar ações de isolamento, orientação e até de advertência dependendo do caso.

Só que essa medida vem dividindo opiniões. De um lado, muita gente aponta como uma saída inteligente para acompanhar dados e otimizar ações. Por outro, há quem veja como uma invasão de privacidade, embora os números de telefone não sejam repassados para o governo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]