Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Ranking dos Políticos 2019 lista os melhores e piores parlamentares do Brasil
Ranking dos Políticos classifica a atuação dos parlamentares.| Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Os deputados do Novo ocupam os oito primeiros lugares no Ranking dos Políticos de 2019, lista que avalia a atuação dos parlamentares. Trata-se da bancada inteira do partido na Câmara. O ranking considera a presença nas sessões, economia nos gastos com a cota parlamentar, ficha limpa e voto nas principais decisões do Congresso. Nesta quarta-feira (27), será realizada uma cerimônia para homenagear os senadores e deputados mais bem colocados, em Brasília.

Com 426 pontos nos critérios do Ranking dos Políticos, o deputado Tiago Mitraud (MG) ocupa o primeiro lugar na lista dos melhores parlamentares. Ele é seguido pelos deputados Vinicius Poit (SP), com 424 pontos. Empatados em terceiro lugar, com 423 pontos, estão Paulo Ganime (RJ), Adriana Ventura (SP) e Gilson Marques (SC).

Na sexta posição dos melhores parlamentares, ficou Lucas Gonzalez (MG, 417 pontos). O líder da bancada do Novo na Câmara, Marcel Van Hattem (RS), aparece em sétimo (414 pontos). Fechando a bancada do Novo, que tem oito deputados, Alexis Fonteyne (SP) ficou na oitava posição (392 pontos).

Os primeiros parlamentares de outros partidos no ranking são os deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) – empatados na nona posição.

O deputado Luiz Lima (PSL-RJ), primeiro parlamentar da ex-legenda do presidente Jair Bolsonaro a ter um projeto de lei sancionado nesta legislatura, ocupa a melhor colocação do PSL: é o 11º colocado.

No ranking geral, Jorginho Mello (PL-SC) é o senador que está na melhor posição do Ranking dos Políticos. Ele está no 16º lugar.

O que é levado em conta na avaliação do Ranking dos Políticos

Os dados usados no Ranking dos Políticos são retirados dos sites da Câmara e do Senado. Os administradores da lista mantêm um Conselho de Avaliação das Leis, responsável por analisar como votaram os parlamentares. Em linhas gerais, o ranking dá pontos mais altos para deputados que votem a favor de projetos de orientação mais liberal na economia.

Também há pontuação positiva para parlamentares que agem e se posicionam a favor do combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício. Também é levado em consideração a formação, filiações partidárias, se o deputado ou senador renuncia ao auxílio-moradia, processos judiciais. Todos esses critérios, juntos, determinam a “qualidade legislativa” do parlamentar.

Cada ponto ganho ou retirado é documentado, com a origem da informação e a fonte, de modo que qualquer pessoa possa conferir, segundo a metodologia do levantamento. Usuários do site podem criar uma lista própria, o “Meu Ranking”, e assumir o lugar do Conselho para gerar uma lista de acordo com o seu próprio entendimento das votações.

Últimos colocados

O último colocado no Ranking dos Políticos é o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) com 1.062 pontos negativos. Desse total,  1.000 pontos negativos são referentes a processos judiciais. Gurgacz foi condenado por crimes contra o sistema financeiro; ele cumpre pena atualmente no regime aberto, o que permite que exerça o cargo.

O penúltimo colocado é o ex-senador e atual deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), com 795 pontos negativos. A maioria dos pontos foi “retirada” também por processos judiciais e pelo fato de Aécio ter tido seu nome citado na delação da JBS. Joesley Batista, sócio da empresa, relatou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que o então senador teria recebido uma mesada de R$ 50 mil, durante dois anos.

12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]