i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Rodrigo Constantino

Foto de perfil de Rodrigo Constantino
Ver perfil

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Barroso foi irresponsável em fala sobre ameaça à democracia

  • PorRodrigo Constantino
  • 27/08/2020 13:05
Barroso foi irresponsável em fala sobre ameaça à democracia
| Foto:

“Um presidente que defende ditadura, tortura, entre outras vicissitudes. Diante das manifestações retóricas autoritárias do presidente e de pessoas próximas a ele, inclusive invocando os tempos da ditadura, a sociedade civil reagiu vigorosamente condenando os ataques às instituições ”.

Essas foram as duras palavras de Luis Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal, durante evento no Instituto FHC, criado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. No Brasil não é preciso ser juiz para ser ministro do Supremo Tribunal Federal. Na verdade, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal era Dias Toffoli, que falhou duas vezes ao tentar se tornar juiz. E o próprio Barroso não era juiz, mas advogado, que tinha como cliente gente como Cesare Battisti, o terrorista italiano que matou gente inocente em nome do comunismo. É nisso que dá!

Barroso se considera uma pessoa ungida do Iluminismo, que deve “empurrar a História” na direção “certa”. Mas isso quer dizer “progressismo radical”, autorizando o aborto em qualquer mês de gravidez, casamento gay ou legalização das drogas. Tudo isso, é claro, sem consentimento do povo, ignorando o que o Congresso tem a dizer sobre essas questões.

Ele é um ativista que quer governar por decreto, somente pelo poder, em nome da Razão, porque ele quer dizer civilização, e todos os outros são apenas bárbaros. Como exatamente ele nos trará luz? Vimos um exemplo outro dia, quando ele participou de uma palestra ao vivo com Felipe Neto, um YouTuber que fez fortuna e fama fingindo ser uma foca ou falando besteiras para crianças.

Bolsonaro está longe de ser um ditador e seu governo respeita a Constituição. Infelizmente, não podemos dizer o mesmo sobre o Supremo Tribunal Federal, cuja missão é proteger nossa Constituição. Mas quando corruptos como Lula, nosso ex-presidente, precisam de ajuda, sempre podem contar com os amigos do Supremo Tribunal Federal.

A propósito, a Suprema Corte se parece muito mais com um ditador do que com Bolsonaro. Nossa liberdade de expressão está ameaçada hoje porque os juízes decidiram criar um inquérito ilegal para ir atrás dos críticos, utilizando o conceito vago de “discurso de ódio” para censurar as redes sociais ou mesmo prender jornalistas. Nossa democracia, então, está ameaçada, mas não tem nada a ver com Bolsonaro ou seus aliados próximos. A ameaça vem do próprio Supremo Tribunal Federal. Por isso Guilherme Fiuza, um dos maiores jornalistas do Brasil, definiu Barroso com uma palavra: PALHAÇO. Isso é exatamente o que ele é.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.