Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Causa-me perplexidade como algumas pessoas podem ter tido relativo sucesso em parte da vida e, depois, terminar no limbo, com uma imagem diametralmente oposta àquela construída antes. E, como sabemos, construir é sempre mais difícil do que destruir. Algumas pessoas sobem de escada lentamente, passo a passo, e depois simplesmente despencam do abismo!

Pensemos em Geraldo Alckmin. Governador do principal estado brasileiro, com uma gestão bem avaliada, um tucano com viés mais conservador, e uma imagem de homem sério, probo, em que pese uma ou outra denúncia sem prova. Aí o cara vai lá e grita "companheiro" para o ex-presidiário Lula, "que quer voltar à cena do crime", segundo o próprio Alckmin! É patético demais.

Vejamos também o caso de Sergio Moro. Juiz que virou herói nacional com a Lava Jato, depois ministro importante de um governo disposto a fazer as coisas certas. Mas a mosca azul o tenta, ele debanda do governo no meio da pandemia fazendo denúncias vazias e sem provas, depois se lança candidato, ignorando suas promessas, e passa a demonizar Bolsonaro ao lado de moleques sem caráter do MBL. Torna-se um personagem ridículo nas redes sociais, a ponto de se comparar, voluntariamente, ao herói Tony Stark da Marvel, o Homem de Ferro!

Para sair um pouco da política, temos Arminio Fraga, um financista de sucesso, cria de George Soros, que virou presidente do Banco Central do Brasil e ali fez sua fama nacional. Arminio passou a demonstrar um lado cada vez mais "progressista", até o ponto absurdo de declarar apoio ao socialista Marcelo Freixo no Rio! Mas, ainda assim, pretende dar lições de moral a Paulo Guedes, como se fosse ele, Arminio, a falar em nome do liberalismo...

Voltemos à política para fechar. Eduardo Leite, mau perdedor, não aceita as prévias tucanas e articula uma candidatura própria pelo PSDB, rachado ao meio. Resolve, então, publicar uma foto ao lado de Paulinho da Força, mas oculta o terceiro ali presente, o companheiro do Paulinho, o tucano Aécio Neves. Alegou depois da repercussão que foi o próprio Aécio quem lhe mandou a foto desse jeito, sem desejar aparecer - talvez por humildade?

Quando vemos a foto completa, podemos entender melhor a razão: esse é mesmo Aécio Neves, que tem apenas 62 anos?! Está irreconhecível ao término de sua carreira...

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]