Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nota ontem em que diz condenar a postura adotada pela companhia aérea Gol no caso que envolve a coreógrafa Deborah Colker e sua família. "A Anvisa, como autoridade sanitária local, estabelecida nos principais aeroportos do Brasil, em nenhum momento foi acionada pela Gol, e condena o procedimento adotado pela empresa aérea", diz a agência, que informou que vai apurar o procedimento da Gol. Segundo resolução da Anvisa, "o desembarque ou remoção de viajantes sob suspeita ou evidência de evento de saúde pública a bordo deverá ser autorizado pela autoridade sanitária". Em casos de urgência, "o desembarque ou remoção do viajante para um serviço de assistência à saúde poderá ser efetuado sem a autorização prévia da autoridade sanitária, desde que a mesma seja imediatamente comunicada".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]