Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O goleiro Bruno Fernandes de Souza e Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, serão ouvidos nesta quinta no caso que apura o desaparecimento e possível morte de Eliza Samudio, ex-amante do atleta, no Fórum Doutor Pedro Aleixo, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A audiência presidida pela juíza Marixa Fabiane Lopes começou com 30 minutos de atraso, às 9 horas. Os acusados não poderão permanecer em silêncio.

Após o início da sessão, o advogado Ércio Quaresma, que defende Bruno, pediu que a juíza autorizasse uma conversa entre ele e seu cliente antes que o acusado fosse ouvido. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), o advogado planeja exibir um vídeo para o ex-goleiro do Flamengo, num prazo de 30 minutos. A Justiça não tem conhecimento do conteúdo do material. Bruno será ouvido depois da conversa com Quaresma.

A previsão da Justiça é de que todos os acusados fossem ouvidos até ontem, mas ainda faltam os depoimentos de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Fernanda Gomes de Castro. Já falaram em juízo a ex-mulher do atleta Dayanne Souza; Elenilson Vitor da Silva, Flávio Caetano; Wemerson Marques e Sérgio Rosa Sales. Depois das audiências, a juíza irá decidir se eles vão ou não a júri. Não existe prazo para a definição da magistrada.

Eliza sumiu em junho deste ano quando tentava provar na Justiça que Bruno é o pai do filho dela. O atleta e mais oito pessoas são acusadas pelo desaparecimento e já considerada morte da jovem - o corpo dela ainda não foi localizado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]