i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Água Verde

Caixa com um suposto explosivo esvazia hipermercado em Curitiba

As imagens das câmeras de segurança do hipermercado foram enviadas para perícia para identificar a pessoa que deixou o pacote

  • PorLuciane Cordeiro, com informações de Ellen Miecoanski
  • 05/08/2012 13:00
Com a confirmação de suspeita de bomba, todos os clientes precisaram sair do hipermercado | Ellen Miecoanski / Gazeta do Povo
Com a confirmação de suspeita de bomba, todos os clientes precisaram sair do hipermercado| Foto: Ellen Miecoanski / Gazeta do Povo
  • O esquadrão antibombas da PM foi acionado

Um hipermercado de Curitiba, localizado no bairro Água Verde, foi evacuado na tarde deste domingo (5) após um pacote de aproximadamente 20 centímetros com um suposto explosivo ter sido encontrado próximo da escada rolante da sobreloja do estabelecimento.

O objeto, envolto em fita e contendo fios e explosivos químicos, foi encontrado às 12h40 pelo segurança da loja que acionou a Polícia Militar. Com a confirmação de suspeita de bomba, o local foi evacuado e a área isolada.

Às 15h, o esquadrão antibombas da PM foi acionado e o explosivo foi desativado e encaminhado para a Polícia Científica, que irá investigar, entre outras informações, o tipo de acionamento.

Segundo o soldado do Esquadrão Antibomba da PM, Willian Ismail da Silva, duas tentativas cautelosas de desativação foram necessárias devido à localização do suposto explosivo, que estava em uma das colunas de sustentação do prédio num estabelecimento de grande circulação de pessoas.

"Ainda não sabemos a motivação, mas pelo que observamos do material não iria causar danos estruturais, apesar de estar em uma das colunas", afirmou Silva. Ainda de acordo com o soldado, a suposta bomba foi produzida por quem tinha conhecimento no assunto.

As imagens das câmeras de segurança do hipermercado foram enviadas para perícia para identificar a pessoa que deixou o pacote.

Logo após a retirada do artefato, às 16 horas, a loja foi liberada e o hipermercado voltou a funcionar normalmente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.