Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Acompanhe a reportagem completa do ParanáTV

Uma nova denúncia sobre cursos supletivos irregulares em funcionamento em Curitiba e região metropolitana surgiu depois que a reportagem do telejornal ParanáTV, da RPC TV, mostrou o caso de um cursinho com várias irregularidades em atuação no município de Rio Branco do Sul. O curso QI ofereceu para uma cliente o certificado de conclusão do Ensino Fundamental e Médio em dois meses por R$ 275. A prática é ilegal segundo a Secretaria de Estado da Educação (Seed).

De acordo com a reportagem, a cliente, que não quis se identificar, explicou que no curso não havia aula. Ela recebeu uma apostila para estudar em casa e teria de retornar à escola para realizar uma prova. As perguntas e respostas encontradas na prova estariam todas nesta apostila. Mas, após a matrícula, ela descobriu que os documentos dela tinham desaparecido, supostamente depois que a Polícia Federal esteve no local.

O funcionário do curso apresentou um alvará de funcionamento vencido em 2007. Ele também confessou que não sabe a origem dos certificados do curso. Confirmou ainda que policiais estiveram no local para recolher arquivos. A reportagem tentou contato com responsáveis pelo curso, mas não obteve resposta.

A Seed reconhece apenas sete cursos nestes moldes que fornecem certificados válidos. O curso investigado nesta reportagem não aparece nesta lista. A Secretaria destacou ainda que existem cursos supletivos gratuitos em Curitiba. Para saber se o colégio está ou não habilitado a fornecer certidões de conclusão do Ensino Médio ou Fundamental é possível entrar em contato com a Seed pelo telefone (41) 3250-8144.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]