A Defesa Civil de Paranaguá, no Litoral do Paraná, afirmou nesta terça-feira (14) ter contido o risco de incêndio na área onde na tarde de segunda-feira (13) houve um vazamento no Terminal Público de Álcool do Porto. Foram 5 mil litros de etanol despejados, segundo o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), e 15 famílias tiveram de ser removidas. Técnicos ainda trabalham no local e não há previsão para os moradores retornarem.

Segundo o soldado Renato Santangelo, produtos químicos foram espalhados no local para diluir o álcool. São necessárias análises mais detalhadas em toda a extensão da área afetada, entre elas a Vila Becker, cujas casas ficam a poucos metros dos tanques de etanol.

O combustível alcançou um riacho que passa nos fundos do terminal – técnicos do IAP e Ibama acompanharam o trabalho para dimensionar os riscos ambientais. A assessoria de imprensa do IAP deve divulgar, no fim da tarde, mais informações sobre os danos.

Falha operacional

Em nota oficial, a direção da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) informa que houve uma falha operacional no descarregamento de uma carga de etanol transportado a Paranaguá pela América Latina Logística (ALL). A responsabilidade pelo descarregamento, informa a nota, é da Álcool do Paraná, uma das empresas credenciadas a operar no terminal. A Appa deve se pronunciar nesta terça-feira com mais detalhes sobre o acidente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]