i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
reflexo da chacina

Delegado se altera e chama PMs de “assassinos” durante confusão em SP

Bastante alterado, o delegado Vitor Onoro Martinez direcionou as ofensas a PMs que foram acionados por causa de uma denúncia de agressão na avenida Engenheiro Caetano Álvares, na região do Imirim

    • SÃO PAULO
    • Folhapress
    • 17/08/2015 19:49

    Policiais militares foram chamados de assassinos por um delegado da Polícia Civil, neste final de semana, durante uma confusão na saída de um bar na zona norte de São Paulo.

    Bastante alterado, o delegado Vitor Onoro Martinez direcionou as ofensas a PMs que foram acionados por causa de uma denúncia de agressão na avenida Engenheiro Caetano Álvares, na região do Imirim. A confusão foi filmada e divulgada nas redes sociais.

    “Vai dar tiro em mim também. Mata, como em Osasco e Barueri. Vão matar, gente. Bando de assassinos (...) São assassinos profissionais. Vocês estão matando a população, bando de homicidas”, afirma o delegado, em vídeo de quase três minutos, aparentemente feito por um policial militar.

    O vídeo mostra o delegado, que atua no Decade (Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas), sendo contido por uma mulher que deixa o local com ele. Ele chega a entrar no carro, mas desce em seguida e volta a ofender os PMs.

    Procurada, a Secretaria Estadual da Segurança Pública afirmou apenas que a Corregedoria está apurando o caso. Apesar de a polícia não confirmar o que provocou a confusão, o delegado, no vídeo, sugere ter sido vítima de agressão: “Eu paguei minha conta, dei gorjeta e o cara me catou aqui fora, como se eu não quisesse pagar a conta”.

    Ele foi procurado para comentar o ocorrido, mas não foi localizado até a noite desta segunda-feira (17).

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.