| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
| Foto: Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Apesar de uma nova queda de barreira ter ocorrido na última quinta-feira, na altura do quilômetro 8, o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) não reviu o prazo de 60 dias estimado para a liberação parcial do tráfego na Estrada da Graciosa (PR-410), onde uma cratera já havia se formado, na altura do quilômetro 10, por causa das fortes chuvas ocorridas em março. O plano é construir uma ponte em duas etapas, liberando uma faixa da rodovia histórica em junho e depois avançar até a conclusão e liberação total, planejada para setembro. Motoristas devem evitar a rodovia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]