Dezessete presos fugiram do 12º Distrito Policial, no bairro Santa Felicidade, por volta das duas horas da madrugada deste domingo (8). Três foram recapturados e os outros 14 estão sendo procurados pela polícia. Os presos escaparam pela janela de ventilação localizada no teto da área onde estavam. Dos três recuperados, dois se machucaram ao arrebentarem as grades e os arames farpados que faziam a segurança da janela.

Segundo o delegado Vinícius Augusto de Carvalho, titular da 12º DP, no momento da fuga, cerca de 70 presos dividiam um espaço para 16. Após as sucessivas rebeliões por excesso de lotação, não foi possível fazer as reformas necessárias para recuperação do espaço. Com as grades arrebentadas, desde outubro os detentos permaneciam soltos no corredor que liga as celas e não era possível fazer a vigilância do local, já que o sistema de monitoramento foi destruído.

Para o delegado, sem esse sistema os policiais não sabiam o que acontecia na carceragem. "Sem monitoramento ficamos reféns, esperando para ver por onde tentariam sair. Ou fugiam pela frente, como fizeram nas rebeliões, mas acabaram fugindo pelo teto."

Carvalho afirma que sem banheiros, espaço para banho de sol, lavanderia e parlatórios, o 12º DP não reúne atualmente as mínimas condições para manter os detentos. Segundo ele, para fazer as reformas necessárias na delegacia, é preciso remover todos presos do local, mas que não há nenhum indicativo de quando isso poderá acontecer. O delegado já informou a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) da fuga, mas ainda não obteve nenhuma resposta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]