Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

4º lugar (1.352 votos)

Aos pés de um pinheiro

 |
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Aos pés de um pinheiro

Você já abraçou uma araucária e olhou para cima? Se não, repare nesta imagem e respire o ar que vem da mata. A Atlântica, de preferência, que guarda os espécimes deste pinheiro ameaçado de extinção. O que vem de quebra com a foto é um agrado feito por Albari Rosa: a sensação de vertigem, o barulho da floresta, os veios da madeira que convidam ao toque. Mostrar o que você nunca viu ou o que não teve tempo de reparar faz parte da poética provocativa da fotografia.

Publicação deste postal na Gazeta do Povo: 1°/4

Saiba mais

O pinhão nosso de cada inverno depende da ação de uma espécie que tem penas, asas, topete e bico. Por seu hábito de enterrar alguns pinhões colhidos para comer, e, principalmente, por esquecer deles, a gralha-azul colaborou para a proliferação da Araucaria angustifolia, ou, para os íntimos, o pinheiro-do-Paraná.

A poetisa Helena Kolody dedicou alguns versos à árvore: “Não há na minha fronte /Nem veludos quentes de folhas /Nem risos vermelhos de flores / Nem vinhos estoantes de perfumes. /Só há o odor agreste da resina /E o sabor primitivo dos frutos”.

Fontes: Prefeitura de Curitiba e Governo do Estado.

* * * * * * *

Veja as outras maravilhas de Curitiba:

1º Lugar: Lembrança das estepes (1.949 votos)

2º Lugar: Água que vem do céu (1.597 votos)

3º Lugar: Espelho, espelho meu (1.581 votos)

4º Lugar: Aos pés de um pinheiro (1.352 votos)

5º Lugar: Tomando fôlego (1.229 votos)

6º Lugar: Caleidoscópio urbano (1.014 votos)

7º Lugar: A florada dos ipês (1.013 votos)

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE