Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Mikael Kjellman e sua invenção: velocidade controlada e resistente à neve. | Mikael Kjellman/The Washington Post
Mikael Kjellman e sua invenção: velocidade controlada e resistente à neve.| Foto: Mikael Kjellman/The Washington Post

O engenheiro mecânico Mikael Kjellmann estava determinado a ir o ano inteiro pedalando para o trabalho em Ostersund, cidade sueca 560 quilômetros ao norte da capital Estocolmo, onde a temperatura no inverno raramente fica acima do congelante. Então ele criou o PodRide, uma bicicleta reclinável coberta por uma concha que se assemelha a um carro, criando uma agradável experiência ciclística mesmo durante o rigoroso inverno do seu país. O para-brisa e a cápsula de lona o protegem do tempo inclemente, enquanto um aquecedor programado liga automaticamente uma hora antes de ele deixar o trabalho.

Solução para um problema aparentemente irremediável. Enquanto a popularidade do compartilhamento de bicicleta tem crescido globalmente devido a fatores como mudança climática e transformações urbanas, pedalar em temperaturas baixas segue sendo desagradável. Muitos ciclistas recorrem a outros meios de transporte durante o inverno ou em dias chuvosos.

O PodRide tem bela aparência, com rodas largas. Mede cerca de 90 centímetros e acomoda uma pessoa. Um pequeno trainer pode ser acoplado para carregar coisas. O motor elétrico permite à bicicleta andar a no máximo 24 km/h, para atender à legislação local - somente com a força das próprias pernas, um ciclista poderia pedalar mais rápido. É necessário mais de 10 centímetros de altura de neve no chão para que a bibicleta não possa rodar.

Kjellman pedala com a sua PodRide em ciclovias e em ruas como tráfego restrito. Ele tem um carro, mas geralmente tira o veículo da garagem apenas nos finais de semana, para viajar até seu chalé nas montanhas.

Ele atrai muitos sorrisos e elogios quando circula com o PodRide, a ponto de ter lançado uma campanha online para arrecadar dinheiro. O objetivo era produzir kits a serem vendidos para qualquer um que queira montar sua própria bicicleta coberta. Em duas semanas de financiamento coletivo na plataforma Indiegogo, ele atingiu a meta de arrecadar US$ 30 mil. O vídeo da campanha foi visto cerca de 3 milhões de vezes no YouTube.

Ele diz ter ouvido de fabricantes de bicicletas interessadas em desenvolver a PodRide que os consumidores não gostariam de montar eles mesmo suas magrelas. Até o momento, porém, ele não encontrou um parceiro, mas seus chefes atuais aceitaram reduzir sua jornada de trabalho para por foco total no projeto. Tempo necessário, inclusive, para definir quanto ele cobrará pelos kits de PodRide a serem vendidos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]