Parceria entre o Uber e a cidade de Altamonte Springs (EUA) será um projeto piloto de um ano. | Altamonte Springs/Divulgação/Creative Commons
Parceria entre o Uber e a cidade de Altamonte Springs (EUA) será um projeto piloto de um ano.| Foto: Altamonte Springs/Divulgação/Creative Commons

Cerca de US$ 500 mil arrecadados com a ajuda de comerciantes servirão para subsidiar até 25% das corridas do Uber na cidade. Tudo com o objetivo de fazer com que os moradores circulem mais e deixem o carro em casa, até mesmo para chegar até a estação de trem que pode levá-los até a cidade maior, onde trabalham. Isso é o que vai acontecer a partir do dia 21 de março, em um projeto-piloto de um ano, em Altamonte Springs, cidade nos arredores de Orlando, Florida, nos Estados Unidos. As informações são do jornal Orlando Sentinel e o projeto foi lançado no início do mês de março.

Aplicativos de táxi focam serviço premium de São Paulo para evoluir no Brasil

Leia a matéria completa

A ajuda para custear o uso do aplicativo das ditas “caronas compartilhadas” será de até 25% para corridas feitas dentro dos limites do município, principalmente em direção à estação de trem SunRail, afastada da região central, ou até a rodovia estadual 436, onde há ônibus disponíveis – ou ainda até o shopping, o hospital e a faculdade da cidade. O município também quer arcar com 20% das corridas que comecem ou terminem em Altamonte Springs.

Na prática

Os usuários do Uber que pedirem um carro dentro dos limites da cidade terão, automaticamente, uma dedução no valor mostrado no aplicativo. Há alguns anos, Altamonte se juntou a outras cidades vizinhas, como Maitland, Longwood e Casselberry para tentar criar um aplicativo parecido com o Uber que pudesse orientar as viagens de ônibus entre esses municípios. Não deu certo, aparentemente, por causa dos custos. Agora, ao menos Longwood disse que observará de perto a parceria entre o Uber e Altamonte para, talvez, empregar algo similar .

Sobre Uber e outros: “desafio da economia compartilhada é regulamentação”

Leia a matéria completa

As autoridades locais de Altamonte estimam que US$ 500 mil será o custo total do projeto-piloto da parceria com o Uber até março de 2017. Cerca de US$ 300 mil serão pagos pela prefeitura, e o restante por patrocinadores, principalmente comerciantes da cidade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]