i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
São José dos Pinhais

Homem morre atropelado na BR-116 e ocupantes do veículo fogem a pé

Carro foi abandonado a 200 metros do local do acidente e os três ocupantes do automóvel não prestaram socorro à vítima

  • PorVitor Geron e Aline Peres
  • 29/08/2010 16:32

Um senhor, aparentando mais de 60 anos, foi encontrado morto por volta das 16h deste domingo (29) no acostamento da BR-116, próximo ao Contorno Leste, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Luis Manoel de Souza foi atropelado quando saía de um posto de combustível e o veículo que o atingiu foi abandonado a poucos metros do local do acidente. Os ocupantes do carro fugiram a pé sem prestar atendimento.

Segundo testemunhas, o carro Peugeot 206, placa ABW-9495, estava em alta velocidade e atingiu Souza pelas costas. O veículo parou a 200 metros do local do atropelamento por problemas mecânicos. De acordo com o policial rodoviário federal, Anevan Fagundes, duas mulheres e um homem, que estavam no veículo, fugiram a pé do local. O carro não tem alerta de roubo.

Segundo a cunhada da vítima, Maria do Carmo Souza, Luis Manoel deSouza era morador do bairro Riacho Doce, em São José dos Pinhais. Ele era solteiro, morava com um dos irmãos e costumava fazer esse trajeto diariamente.

O pedreiro João Edir dos Santos, 38 anos, destacou que os atropelamentos na região são constantes. Segundo ele, 200 crianças fazem a travessia da rodovia para ir para a escola. O pedido de passarela já teria sido feito mais de cinco vezes, mas até o momento nada foi feito.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.