Um homem de 77 anos foi vítima de um sequestro relâmpago na noite de domingo (5), em uma situação que teve início no bairro Rebouças, em Curitiba, e terminou no Centro da capital. Ele estava de carro e chegou ao local em que foi abordado, na esquina das ruas Silva Jardim e Brigadeiro Franco, para esperar a esposa. Colocado no porta-malas do carro por dois homens, ele foi levado para realizar saques, mas a Polícia Militar prendeu os suspeitos em abordagem.

De acordo com o delegado Janderson Janini Afonso, do 1° Distrito Policial de Curitiba, o homem chegou ao local no Rebouças à noite e esperava a esposa, quando foi abordado por dois homens que simulavam ter uma arma de fogo. "Eles colocaram o homem no porta-malas e deslocaram o veículo até o centro para realizar saques. Mas eles foram abordados em um banco por policiais que suspeitaram da atitude deles", diz o delegado.

A abordagem por parte de equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da PM ocorreu na Praça Tiradentes, no Centro. Os dois suspeitos estavam com três cartões de crédito. "Eles não conseguiram explicar de onde eram os cartões. Durante a abordagem, o idoso conseguiu fugir e foi até a viatura da polícia. Outras viaturas passaram pelo local e houve a prisão dos dois", explica o delegado.

Ambos os presos - Marcos Roberto Amora, 31 anos, e Eduardo Henrique da Silva, 28 – têm passagem pela polícia – o primeiro por roubo e o segundo por furto. Presos em flagrantes, eles vão responder pelo crime de roubo qualificado, que já prevê, segundo o delegado, a restrição de liberdade da vítima por um curto espaço de tempo – no caso, em função do sequestro relâmpago. Uma pequena quantidade de dinheiro chegou a ser sacada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]