i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Acidente

Limpeza de rio contaminado por resina deve terminar amanhã

São João, que abastece Garuva, recebeu parte do produto tóxico que vazou em acidente na BR-376, em Guaratuba

  • PorViviane Favretto, da Redação, e Célio Yano, da Gazeta do Povo Online
  • 22/09/2008 21:01
Trabalhadores retiram manualmente a resina sintética que vazou de caminhão acidentado na Curva da Santa | Daniel Derevecki/Gazeta do Povo
Trabalhadores retiram manualmente a resina sintética que vazou de caminhão acidentado na Curva da Santa| Foto: Daniel Derevecki/Gazeta do Povo

Depois da liberação da pista no quilômetro 671 da BR-376 (trecho Curitiba–Garuva), no município de Guaratuba, o trabalho agora é de limpeza do Rio São João, que recebeu aproximadamente 5 mil dos 26 mil litros de resina sintética que vazaram do caminhão que se envolveu em um acidente na manhã de sábado no ponto conhecido como Curva da Santa. A limpeza do rio deve terminar amanhã, segundo o Instituto Ambiental do Paraná (IAP). O trabalho está sendo feito por uma empresa contratada pela transportadora responsável pela carga.

A resina sintética que vazou no rio é inflamável e tóxica e é usada na formulação de tintas, segundo informou o IAP. Como ela não dilui, fica concentrada em pontos do rio e os trabalhadores estão retirando o produto manualmente. A água do Rio São João abastece a cidade de Garuva (SC). Até a tarde de ontem, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) não tinha informações sobre qualquer tipo de contaminação que exigisse alguma alteração na forma de tratamento da água.

O IAP coletou amostras da água do Rio São João e encaminhou para análise. O objetivo, segundo a assessoria de imprensa, é verificar a qualidade da água e apurar se o acidente afetou a vida aquática. O laudo deverá estar pronto em 15 dias. Só a partir daí o IAP vai avaliar qual procedimento deverá ser adotado contra a empresa transportadora, além do valor da multa que será aplicada.

Rodovia

O quilômetro 671 da BR-376 voltou a ser parcialmente bloqueado na manhã de ontem. Por volta das 10 horas, duas das três faixas da pista no sentido Paraná–Santa Catarina foram fechadas para limpeza do asfalto. A operação não provocou filas, segundo a Polícia Rodoviária Federal. A rodovia foi completamente liberada ainda ontem.

O acidente que provocou o derramamento do produto aconteceu no sábado de manhã. Uma pessoa ficou ferida e o engarrafamento na região chegou a cerca de 20 km.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.