Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Polícia Militar anunciou que, a partir da próxima segunda-feira (7), vai ampliar o policiamento nas ruas de Maringá para garantir a segurança de consumidores e comerciantes durante as compras de Natal. O efetivo, cujo número atual não é divulgado, chegará a cerca de cem homens, que circularão à tarde e à noite, sobretudo na região central. Os policiais estarão a pé, em carros, pontos-base e motos.

O reforço nas ruas é feito graças a modificações no expediente interno dos policiais, que vão priorizar o trabalho externo. O aumento no efetivo ocorre simultaneamente à ampliação do horário do comércio de rua, que, entre 7 e 23 de dezembro, funcionará até as 22h (de segunda a sexta). Aos sábados, os comércios atenderão até as 18h. No domingo (20), as lojas ficam abertas até a 19h. Mais informações sobre o horário especial podem ser obtidas no site do Sindicato dos Lojistas do Comércio e do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar).

A PM também está orientando consumidores e lojistas a evitarem assaltos nesta época do ano, quando o fluxo de pedestres aumenta significativamente. Confira as dicas:

Consumidores:

- Evitar sair com joias e evitar demonstrar volumes nos bolsos;

- Priorizar o uso de cartão de crédito ou débito e/ou talão de cheque para pagar as compras, em detrimento de dinheiro em espécie;

- No caso de mulheres, carregar a bolsa à frente do corpo, segurando-a com os braços;

- Não manter à mostra objetos dentro de veículos estacionados;

- Jamais reagir a assaltos ou ações do gênero e denunciar à PM, pelo número 190, a presença de pessoas suspeitas.

Comerciantes:

- Instalar de câmeras, em locais visíveis, para inibir a ação de marginais;

- Contratar seguranças treinados e identificados para aumentar a ostensividade na empresa;

- Evitar o transporte de valores por meio de funcionários. Quando fazê-lo, buscar o máximo de sigilo quanto a horários, rotas, dias, acessos de entrada e saída das agências bancárias.

- Priorizar e estimular, junto aos clientes, o uso de cartão de crédito ou débito e/ou talão de cheque para pagar as compras.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]