i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Maringá

Polícia prende traficantes no Jardim Alvorada

Cinco pessoas foram detidas, em posse de crack e equipamentos eletrônicos diversos

  • PorRenan Colombo
  • 12/02/2010 06:11

A Polícia Militar realizou uma operação na manhã desta sexta-feira (12) para prender traficantes do bairro Jardim Alvorada, em Maringá. Cinco pessoas foram detidas. Com elas, os policiais apreenderam 47 pedras de crack, 40 telefones celulares, dois notebooks e uma moto, além de R$ 2,5 mil em espécie.

A operação foi batizada de "Morcego" porque este seria o apelido do chefe do grupo. Havia ainda quatro crianças com menos de cinco anos, que foram acolhidas e assistidas pelo Conselho Tutelar. No total, os policiais visitaram três residências.

As denúncias partiram de anônimos, por meio do serviço telefônico 181. O trabalho foi executado pela Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam), da PM. Um cão farejador auxiliou os policiais.

Sete presos nesta semana

Na quarta-feira (10), sete pessoas foram presas em Maringá por envolvimento tráfico de drogas. Eram três mulheres e dois homens, além de dois adolescentes. Com eles, foram encontrados 1.300 pedras de crack (cerca de 260 gramas), além de joias e equipamentos eletrônicos que teriam sido utilizados como pagamento pelas drogas. O trabalho também foi feito pela Rotam.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.