i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Moradores protestam contra falta de segurança em cruzamento no Alto Boqueirão

Uma menina de quatro anos morreu atropelada no local, na segunda-feira

  • PorCélio Yano
  • 25/09/2008 05:35
Manifestantes pediram mais seguraça e sinalização no local | Aniele Nascimento
Manifestantes pediram mais seguraça e sinalização no local| Foto: Aniele Nascimento

Cerca de 50 moradores da região da Rua Max Schubert, no Alto Boqueirão, fecharam o cruzamento da via com a Rua Cristiano Strobel por volta das 7h30 desta quinta-feira (25) em protesto contra a falta de segurança no trânsito do local. De acordo com os manifestantes, a ausência de lombadas e sinalização, e a quantidade de árvores na esquina das duas ruas são responsáveis por diversos acidentes.

O grupo bloqueou o trecho com material em chamas até pouco antes das 10h, quando as pessoas começaram a se dispersar. Uma viatura do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) esteve na rua para acompanhar o protesto.

Na noite de segunda-feira (22), uma menina de quatro anos, que morava em um condomínio na Max Schubert foi atropelada e morreu no local. Paulo Ferreira da Silva, que mora próximo ao trecho e participa do ato, conta que, se houvesse ao menos uma lombada antes da curva na entrada da Cristiano Strobel com a Max Schubert, o acidente poderia ter sido evitado. "O carro veio no embalo e não conseguiu ver ou parar antes de provocar o atropelamento", afirma. "Como a curva é larga, os carros vêm em alta velocidade".

Vizinhos da menina carregaram faixas e fotos da menina. Segundo Silva, o trânsito não foi afetado, já que os carros apenas evitaram fazer a conversão no cruzamento e, assim, não formaram filas.

Um novo protesto deve acontecer no sábado (27), pelos mesmos moradores, na esquina da Max Schubert com a Rua Francisco Derosso, que também tem condições precárias de segurança na opinião dos moradores.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.