i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Violência

Mulher é suspeita de matar duas filhas adolescentes em SP

A mulher foi localizada pela polícia na sala do imóvel, em estado de choque, e levada para o Hospital Universitário, onde foi internada e medicada com sedativos

  • PorAgência O Globo
  • 15/09/2013 10:37

Uma corretora de imóveis, de 53 anos, foi detida ontem suspeita de matar as duas filhas adolescentes e tentar suicídio na noite de sábado (14) na Vila Gomes, na zona oeste de São Paulo. As meninas, de 13 e 14 anos, foram encontradas na cama do quarto da casa onde viviam com a mãe.

A mulher foi localizada pela polícia na sala do imóvel, em estado de choque, e levada para o Hospital Universitário, onde foi internada e medicada com sedativos. Segundo o boletim de ocorrência, ela estava deitada no chão e dizia que queria morrer, porque havia assassinado as filhas.

Os corpos das adolecentes foram localizados com sinal de estrangulamento por um dos filhos da mulher, de 27 anos, que desde o final da última semana tentava falar com a família, sem sucesso. No sábado resolveu ir até a casa, encontrou o gás aberto e um cenário de destruição. O Corpo de Bombeiros foi acionado.

De acordo com a polícia, a casa estava revirada e com fezes de gato e cachorro espalhadas pelos cômodos. Na garagem havia entulho e muitos objetos velhos. No banheiro de uma das meninas, a polícia encontrou um cachorro morto, com uma sacola de plástico presa na cabeça. O caso é investigado pelo 14º Distrito Policial de São Paulo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.