i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Nada mudou

Nova lei não impede gritaria nas feiras de São Paulo

  • Por
  • 07/04/2007 20:14

São Paulo – Apesar de o decreto do prefeito Gilberto Kassab (DEM) que proíbe a divulgação de produtos no grito em feiras livres estar em vigência desde ontem, os feirantes ignoraram a medida já no primeiro dia. As mudanças também incluem novos horários, padronização de barracas e uniformes dos feirantes, além de medidas de higiene como o uso de luvas descartáveis e reservatório de água para higienização dos produtos. Todas não foram cumpridas.

"Chamar o cliente no grito já é um vício nosso, uma tradição. E o uso de luvas? Como vamos conseguir dar nó no saquinho?’’, afirmou Carlos Augusto, 40 anos, dono de uma banca de frutas. Ontem, em uma das feiras onde ele atua, na Pompéia (zona oeste de SP), o grito imperava para conquistar os fregueses em todas as bancas.

Para desespero dos vizinhos, o início da montagem das barracas, que deveria ocorrer às 6h30, conforme determina a prefeitura, também não foi respeitado. Às 4 horas, já havia movimentação na rua. "Não dá para começar nesse horário, é um serviço demorado’’, afirmou o feirante Daniel Fernandes Cruz, 45 anos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.