i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Avaliação

Paraná tem 57% das rodovias classificadas como boas ou ótimas

Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte revela que os 5.370 quilômetros de estradas avaliados no estado apresentam condições acima da média nacional

  • PorVitor Geron
  • 15/09/2010 17:37
No Paraná, 40,7% das estradas foram consideradas boas | Daniel Derevecki/Gazeta do Povo
No Paraná, 40,7% das estradas foram consideradas boas| Foto: Daniel Derevecki/Gazeta do Povo

Pesquisa foi divulgada nesta quarta-feira

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou nesta quarta-feira (15) uma pesquisa realizada durante 37 dias (de 3 de maio a 8 de junho) por 15 equipes que avaliaram as condições de conservação do pavimento, da sinalização e da geometria viária de 90.945 quilômetros de rodovias no país. No Paraná, foram avaliados 5.370 quilômetros de estradas que apresentam condições melhores do que o verificado na média nacional.

Segundo a pesquisa CNT de Rodovias 2010, 17% dos trechos das rodovias avaliadas no estado foram classificados como ótimos, enquanto, em todo o país, o índice foi de 14,7%. No Paraná, 40,7% das estradas foram consideradas boas, contra 26,5% na média brasileira. Os trechos regulares foram constatados em 26,4% das rodovias paranaenses e em 33,4% nacionalmente. No estado, o índice de ruins ou péssimas foi de 11% e 4,9%, respectivamente, enquanto no país todo as médias foram de 16,9% e 7,1%.

No aspecto de conservação da superfície, em 2.206 km (41,1%) as estradas que cortam o Paraná foram classificadas como "totalmente perfeitas". Em 1.634 km (30,4%) foi constatado trinca na malha ou remendo. A superfície estava desgastada em 1.503 km (28%) e tinha buracos, ondulações ou afundamentos em 27 km (0,5%).

A pesquisa também classificou alguns itens de sinalização. Dos 5.370 km avaliados no Paraná, 819 km (15,3%) não apresentavam pintura de faixas laterais na via e 842 km (15,7%) tinham a pintura das faixas laterais desgastadas. As placas indicando limite de velocidade na rodovia não foram localizadas em 596 km (11,1%) das rodovias. Outro dado preocupante é a legibilidade das placas. Entre as 5.102 inspecionadas, 1.887 (37%) estavam desgastadas.

Os trechos considerados péssimos no Paraná são os 38 quilômetros da PR-468, 11 quilômetros da PR-170 e 24 quilômetros da PR-180. Entre as principais rodovias de acesso a Curitiba, 237 kms da BR-116, 780 kms da BR-277 e 677 kms da BR-376 foram considerados bons. Os dois trechos classificados como ótimos são a PR-407, no litoral, e PR-151, que liga a região Central do Paraná ao estado de São Paulo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.