i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
violência

Polícia divulga retrato falado de suspeito de ter matado menina em Sarandi

De acordo com a polícia, o homem tem aproximadamente 40 anos, entre 1,70 e 1,75 metro de altura, cabelo grisalhos e preto, olhos castanhos escuros e 76 quilos

  • PorErick Gimenes
  • 25/06/2012 16:00
Segundo a única testemunha do caso, o homem usava um agasalho azul ou cinza e estava em uma bicicleta azul no momento do crime | Divulgação/Polícia Civil
Segundo a única testemunha do caso, o homem usava um agasalho azul ou cinza e estava em uma bicicleta azul no momento do crime| Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Sarandi, na Região Metropolitana de Maringá (RMM), divulgou, na tarde desta segunda-feira (25), o retrato falado do suspeito de ter estuprado e matado a menina Beatriz Silva Pacheco Gonçalves, de 10 anos. Ela foi encontrada morta no dia 18 deste mês, no Conjunto Floresta.

De acordo com a polícia, o homem tem aproximadamente 40 anos, entre 1,70 e 1,75 metro de altura, cabelo grisalho e preto, olhos castanhos escuros e aproximadamente 76 quilos. O retrato foi feito por um perito da própria Polícia Civil.

A única testemunha do caso, o primo de Beatriz, de nove anos, disse à polícia que o homem usava agasalho azul claro ou cinza, com dizeres nas costas. Ele também afirmou que o suspeito utilizava uma bicicleta azul.

O crime

Beatriz foi encontrada morta na manhã de segunda-feira (18) no Conjunto Floresta. A garota estava nua em uma estrada rural, a cerca de mil metros de onde ela foi vista pela última vez. O corpo tinha marcas de estrangulamento e sangramento na região genital, fato que aumenta a suspeita da criança também ter sido vítima de violência sexual. Beatriz ainda tinha lesões superficiais no pescoço, peito e testa.

Menina foi atraída por R$ 10, segundo o primo

Beatriz foi vista pela última vez no domingo (17), na Rua Rouxinol, próximo ao limite entre os municípios de Sarandi e Maringá. A menina brincava com um primo de 10 anos quando foi abordada por um homem que aparentava ter cerca de 50 anos, segundo a polícia.

O primo de Beatriz contou aos policiais que o homem teria oferecido R$ 10 para que as crianças cuidassem de um cavalo no matagal. O menino rejeitou a proposta, mas a garota resolveu acompanha-lo, desaparecendo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.