i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Pronto, Centro Hospitalar de Reabilitação aguarda equipamentos

Centro Hospitalar de Reabilitação do Paraná só deve ser inaugurado em dezembro

  • PorJosé Marcos Lopes - Gazeta do Povo
  • 23/05/2007 07:33

O Centro Hospitalar de Reabilitação do Paraná deverá começar a funcionar somente no fim de 2007, segundo o governo do estado, um ano depois de concluída a construção da estrutura física da unidade, no bairro Cabral, em Curitiba. Na terça-feira (22), o governo disponibilizou para consulta pública a lista dos equipamentos que serão adquiridos para a unidade, a primeira do gênero na região Sul do país. A descrição técnica dos materiais está no endereço eletrônico www.cpsesa.pr.gov.br. A consulta vai até 20 de junho. Depois será realizada uma audiência pública e aberta uma licitação para a compra dos materiais.

A estrutura física foi construída com recursos do governo do estado, totalizando R$ 15 milhões, em uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, cedida pela Associação Paranaense de Reabilitação (APR). As obras terminaram em dezembro de 2006, mas a APR depende da aquisição dos materiais (também com recursos estaduais) para inaugurar o Centro Hospitalar. A unidade será administrada pela APR, que firmou parcerias com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

O presidente da APR, Cadri Massuda, pretende iniciar os trabalhos entre outubro e novembro, oferecendo serviços de atendimento médico, fisioterapia, hidroterapia, psicoterapia, fonoterapia e terapia ocupacional, que ocuparão os três primeiros andares. O hospital terá 80 leitos (12 deles em unidade de terapia intensiva) e centro cirúrgico. Massuda espera que esta ala comece a funcionar entre março e abril de 2008.

Leia a reportagem completa no site da versão impressa do jornal Gazeta do Povo (conteúdo restrito para assinantes)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.