Uma perseguição a um Golf, que começou em Curitiba e terminou em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana (RMC), acabou com um policial militar baleado e quatro suspeitos mortos em suposto confronto na madrugada desta sexta-feira (5).

Segundo a versão policial, a ação começou depois que a polícia foi avisada de uma tentativa de homicídio na Favela do Papelão, no bairro Capão Raso, na capital. As testemunhas disseram que os homens que tentaram cometer o crime estavam em um Golf preto. Com as características passadas pelos denunciantes, uma equipe do 13º. Batalhão iniciou as buscas e acabou localizando um carro com os mesmos detalhes apontados.

Os ocupantes do veículo fugiram e foram perseguidos, até o Jardim Ipê, em São José dos Pinhais, onde começou um tiroteio. A PM afirma que os primeiros tiros foram disparados pelos supostos criminosos. Logo de início, três suspeitos foram atingidos. O quarto rapaz fugiu para um matagal, teria trocado tiros novamente e foi morto.

Os quatro corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML). As vítimas, todas masculinas, tinham entre 17 e 30 anos. A apuração preliminar da causa das mortes aponta ferimentos por arma de fogo.

O policial militar foi atingido em uma das trocas de tiros. Ele foi baleado no braço e encaminhado, pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), ao hospital sem gravidade. Com os suspeitos, a PM informou ter apreendido uma arma calibre 32, uma garrucha e o que parece ser uma pistola 765

Em entrevista à rádio Banda B, familiares disseram que os rapazes estavam rendidos quando foram mortos pelos policiais, o que gerou revolta no local.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]