i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
ensino superior

Rede privada confirma queda de matrículas após redução do Fies

O percentual de alunos em instituições privadas que utilizam o Fies deve cair de 30% para até 27%, após a redução no número de alunos que ingressaram este ano

    • SÃO PAULO
    • Folhapress
    • 30/09/2015 20:52

    As instituições privadas de ensino superior registraram, em média, queda de 30% no número de novas matrículas, no segundo semestre de 2015. A informação foi publicada pelo jornal “Valor Econômico”, nesta quarta-feira (30).

    A redução no Fies (financiamento estudantil) e a crise econômica são apontadas como os grandes fatores por trás dessa retração. Segundo o diretor-executivo do Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior), Rodrigo Capelato, o financiamento estudantil foi diminuído em mais de 50%, no ano de 2015.

    “Para se ter uma ideia, no ano passado foram 731 mil novos contratos do Fies e este ano foram 311 mil novos. Foi mais da metade de queda. Além disso, temos a questão econômica”, explica Capelato.

    “Pesa muito mais no orçamento dessas pessoas e a questão de fazer o ensino superior é um sonho mas não é uma coisa tão urgente para elas. Ele vai postergando e às vezes mesmo desiste de fazer o ensino superior”, acrescenta.

    “A expectativa nossa é de que no começo do ano que vem também o desempenho vai ser bastante preocupante. Vai haver uma queda de captação também na faixa de 30% no mínimo”, projeta Capelato.

    Impacto

    De acordo com o Semesp, o percentual de alunos em instituições privadas que utilizam o Fies deve cair de 30% para até 27%, após a redução no número de alunos que ingressaram este ano, por meio do programa.

    No ano passado, 38% das novas matrículas na rede privada eram de alunos que recorreram ao Fies, segundo a entidade. Em 2015, este percentual caiu para 19%.

    Entre as saídas apontadas por Capelato para evitar prejuízos ainda maiores à rede privada estão: a educação à distância, os cursos tecnólogos e novas formas de crédito estudantil.

    “As instituições vão precisar achar mecanismos de se capitalizar para poder gerar um crédito educativo, não é financiamento. Você paga 50% agora e 50% depois de formado, por exemplo”, defende.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.