Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Seis ônibus foram incendiados até a madrugada desta terça-feira (8) em Salvador, na Bahia, segundo informações da Polícia Militar. O movimento estaria vinculado à transferência do traficante Cláudio Eduardo Campanha, de Salvador, para o presídio de segurança máxima de Campo Grande, no Estado do Mato Grosso do Sul. Os ataques começaram na madrugada de domingo, quando cerca de 12 homens, em três carros, atiraram em direção aos postos militares do Uruguai, Ribeira, Estações Pirajá e Mussurunga, deixando três policiais feridos e três suspeitos mortos.

Segundo a PM, os suspeitos param os veículos, mandam os passageiros descerem e, após jogarem gasolina, ateiam fogo no coletivo. Até agora ninguém foi preso. Em razão dos ataques aos postos militares, no domingo pessoas foram detidas para averiguação e liberadas após depoimento.

Ontem, quatro homens atacaram coletivos nos bairros de Alto de Coutos e Trobogi. Houve vandalismo também nos bairros de Alto do Cabrito e Fazenda Coutos 3, onde dois homens atearam fogo num ônibus, e outro em Nordeste de Amaralina, onde o veículo ficou parcialmente destruído. Na madrugada de hoje, outros quatro suspeitos incendiaram um ônibus no bairro Águas Claras. Por volta das 7h30, os bombeiros ainda permaneciam no local tentando controlar as chamas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]