i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Aviação

STM julga controladores de voo envolvidos no acidente da Gol

Acidente entre avião da Gol e jato particular completou 4 anos em setembro. MP denunciou controladores, mas pediu absolvição dos acusados

  • PorG1/ Globo.com
  • 26/10/2010 13:19

A 11ª Circunscrição Judiciária Militar julga na tarde desta terça-feira (26), em Brasília, os controladores de vôo que trabalhavam no controle de tráfego aéreo no dia do acidente no voo 1907 da Gol, que deixou 154 mortos no dia 29 de setembro de 2006, depois de se chocar no ar com um jato Legacy. João Batista da Silva, Felipe Santos Reis, Jomarcelo Fernandes dos Santos, Lucivando Tibúrcio de Alencar e Leandro José Santos de Barros foram denunciados pelo Ministério Público Militar (MPM) por negligência, e por deixar de observar as normas de segurança.

De acordo com os autos, todos os cinco acusados usaram o direito constitucional de não responder perguntas durantes os depoimentos. Após a leitura da denúncia, a promotora responsável pelo caso, Ione de Souza Cruz, pediu a absolvição dos acusados.saiba mais

"Havendo prova material de um fato, em tese criminoso, e havendo pessoas envolvidas somos obrigados a oferecer denúncia. Havia ali a materialidade, havia indícios de que falhas teriam acontecido. A denúncia era obrigação do MP, mas fui percebendo que não havia crime na conduta desses acusados", afirmou a promotora.

Acidente

No dia 29 de setembro de 2006, um Boeing da Gol, que fazia o voo 1907, de Manaus para Brasília, chocou-se com um jato Legacy que seguia de São José dos Campos (SP) rumo aos Estados Unidos. A denúncia do MPM afirma que teria havido negligência dos controladores de tráfego aéreo a respeito do plano de voo traçado para o Legacy, principalmente no que se refere à faixa de altitude em que ele deveria permanecer.

O Boeing caiu em uma região de floresta no norte de Mato Grosso. O acidente deixou 154 mortos – todos passageiros e tripulantes da aeronave. O Legacy conseguiu pousar em uma base aérea no sul do Pará. Os sete ocupantes do jato sobreviveram. O acidente, que completou 4 anos em setembro, foi o segundo desastre aéreo com mais vítimas ocorrido em solo brasileiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.