Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Ao comentar o movimento grevista de policiais federais e policiais rodoviários federais, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta quinta-feira que "abusos e situações de ilegalidade não serão tolerados e terão as medidas necessárias". Para Cardozo, as ações de policiais em aeroportos e nas estradas "ultrapassam o limite da legalidade em alguns casos".

Está programada para esta quinta-feira uma série de operações-padrão nos principais aeroportos do País. "Pode chamar do que quiser, operação-padrão, o que for, mas usar a competência legal para criar obstáculos caracteriza abuso de poder e ilegalidade. Tenho que garantir a liberdade, o direito de greve, o direito de expressão, mas não posso aceitar que ultrapassem a finalidade que lhes é atribuída. Existem situações inaceitáveis", afirmou o ministro, que participa no Rio de um congresso internacional de integrantes do Ministério Público.

Cardozo disse que tem colaborado com o ministério do Planejamento nas negociações com os grevistas, mas não especificou, no caso das polícias, o que será oferecido pelo governo. "É importante continuar a negociar, e vamos procurar um bom termo."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]