Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Eleições

Ministério Público lança movimento “Paraná sem corrupção”

Iniciativa, que tem apoio do GRPCOM, irá promover discussões com alunos de ensino médio, professores e funcionários dos colégios estaduais do Paraná

  • Isadora Camargo e Katna Baran, especial para Gazeta do Povo
A partir da esquerda: vice-presidente executivo do GRPCOM, Guilherme Döring Cunha Pereira; vice-governador e secretário de Estado da Educação, Flávio Arns; procurador-geral de Justiça MPPR, Gilberto Giacoia; desembargador e representante do TJ-PR, Xisto Pereira; e presidente do TCE, Fernando Guimarães |
A partir da esquerda: vice-presidente executivo do GRPCOM, Guilherme Döring Cunha Pereira; vice-governador e secretário de Estado da Educação, Flávio Arns; procurador-geral de Justiça MPPR, Gilberto Giacoia; desembargador e representante do TJ-PR, Xisto Pereira; e presidente do TCE, Fernando Guimarães
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Foi lançado, na manhã sexta-feira (20), em Curitiba, o Movimento Paraná Sem Corrupção. A ação integra a campanha “O que você tem a ver com a corrupção”, iniciativa de Ministérios Públicos de todo o país, que, no Paraná, tem apoio da Secretaria de Educação do Estado e do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM).

As primeiras ações do Movimento serão desenvolvidas de agosto a setembro, em escolas da rede pública. O objetivo é promover discussões com alunos de ensino médio, professores e funcionários dos colégios, de forma a incentivar o debate político e a participação cidadã.

Segundo o promotor de Justiça e coordenador do Movimento no Paraná, Eduardo Cambi, cerca de 2,5 mil escolas participarão das atividades, envolvendo, inicialmente, 1,3 milhão de estudantes. "Esse número é a meta inicial, que pode se estender de acordo com a adesão de promotores durante o evento".

O MP avalia que o movimento é uma medida de conscientização que atuará nas escolas de maneira pedagógica para que as novas gerações tenham menos tolerância à violação de regras. “São medidas preventivas, de caráter pedagógico, já que os estudantes estão formando sua personalidade e levam esses valores para casa”, explica o promotor.

Para a diretora executiva do GRPCOM, Clarice López de Alda, a iniciativa prepara os jovens a uma conscientização política. "Além das palestras nas escolas, é importante divulgar o Movimento para que as pessoas participem", destacou. No dia 27 de julho, será lançado o site oficial do Movimento e um vídeo institucional.

Para consultar a programação e saver como funcionará o trabalho nas escolas, basta acessar este link, no site do MP. Já estão disponíveis slides e vídeos que podem ser usados por professores nas disciplinas de história e geografia, por exemplo.

Além das palestras nas escolas, o objetivo é atingir outros setores, como entidades sociais.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida Pública

PUBLICIDADE