Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Requião: desgaste do governo estadual faz o senador “ressurgir” como nome viável para 2018. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Requião: desgaste do governo estadual faz o senador “ressurgir” como nome viável para 2018.| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Além do desgaste causado à imagem de Beto Richa (PSDB), o episódio de 29 de abril parece ter reavivado o senador Roberto Requião (PMDB) para a disputa ao governo do Paraná em 2018. Quando muitos já descartavam uma eventual candidatura do peemedebista – seja pela idade avançada até lá (77 anos) ou pelo alto índice de rejeição com o eleitorado −, ele figura entre os dois nomes mais fortes na corrida ao Palácio Iguaçu. “O Requião ressurgiu pelas mãos do Richa”, avalia o cientista político Luiz Domingos Costa.

O levantamento da Paraná Pesquisas evidencia também a ausência de renovação na política paranaense: os senadores e ex-governadores Roberto Requião (PMDB) e Alvaro Dias (PSDB) aparecem na preferência dos eleitores, questionados com relação à intenção de voto para as eleições estaduais de 2018. Além do senador tucano, aparece como principal concorrente Osmar Dias (PDT), que têm um acordo de não disputar a mesma vaga com o irmão. Correndo por fora como terceira força, figura Ratinho Jr. (PSC), deputado estadual licenciado e secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]