Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Rapaz invadiu uma creche na cidade de Saudades (SC) e matou três crianças e dois adultos.
Rapaz invadiu uma creche na cidade de Saudades (SC) e matou três crianças e dois adultos.| Foto: Jocimar Borba/Estadão Conteúdo

Muito triste o que aconteceu na escola infantil Aquarela, na cidade de Saudades, em Santa Catarina. Mais ainda para três mães que estavam trabalhando e deixaram suas crianças de menos de 2 anos na creche.

Na semana que antecede o Dia das Mães, elas são avisadas de que a grande joia da vida delas foi tirada por um homem de 18 anos com uma arma branca. Ele simplesmente matou duas meninas e um menino — bebês ainda — e feriu uma quarta criança, que está no hospital, um menino.

Esse psicopata matou ainda o agente de saúde que estava na sala, de 20 anos, e a professora que ele encontrou pelo caminho, de 30 anos. Depois, tentou se matar e agora está no hospital intubado.

Não quero pensar o que move uma pessoa assim. Eu penso na dor de todos nós, brasileiros, quando vemos que isso aconteceu no nosso país. E que o autor desse crime bárbaro é um produto, de certa forma, da nossa violência, da loucura, e da falta de educação e cultura. O Brasil todo está de luto. A emoção é muito grande.

Reforma tributária

O relator da reforma tributária apresentou o seu parecer nesta terça-feira englobando três propostas — a do Senado, da Câmara e do governo — numa só, de tornar o IPI, o PIS e o Cofins, somado ao ICMS, que é estadual, e ao ISS, que é municipal, no IBS, um imposto sobre bens e serviços. Um imposto nacional, mas a arrecadação vai ser onde o bem for consumido para evitar guerra fiscal.

CPI da Covid

Não teve surpresa na CPI da Covid: o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse tudo aquilo que a gente já esperava. Falou tanto que o depoimento do ex-ministro Nelson Teich ficou para essa quarta-feira (5), às 10 horas.

Mandetta foi o primeiro ministro da Saúde do governo Bolsonaro. Ficou no governo um ano e quatro meses, praticamente. Saiu em abril de 2020, depois de se desentender com Bolsonaro por causa do isolamento social. Mandetta queria isolamento absoluto, e Bolsonaro queria isolamento apenas de doentes e dos grupos de risco, daqueles que têm comorbidade ou mais idade.

A gota que transbordou a relação entre eles foi um encontro de Mandetta com o governador de São Paulo, João Doria, rival político de Bolsonaro.

E o ex-ministro Eduardo Pazuello, que ia depor nesta quarta-feira, pediu para adiar porque disse ter tido contato com duas pessoas diagnosticadas com Covid-19. Ele sugeriu prestar o depoimento a distância, mas o presidente da CPI disse não e decidiu remarcar a reunião para o dia 19 de maio.

EUA ofertam vacinas ao Brasil

Os Estados Unidos querem doar para o Brasil milhões de doses da vacina da AstraZeneca que não estão usando por lá. Eles fabricam, mas não usam. Os americanos optaram pelas vacinas da Moderna, da Janssen e da Pfizer. Além disso, ofereceram também medicação para a intubação de pacientes no valor de US$ 20 milhões.

O gesto marca uma reaproximação entre os países que, na verdade, nunca estiveram distantes. Com a eleição do democrata Joe Biden, havia a impressão de que Brasil e EUA, tradicionais aliados, iam se distanciar. Mas que nada. Os dois países são aliados desde que o Barão do Rio Branco era nosso ministro de Relações Exteriores no início do século 20.

42 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]