Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

gleisi beto

A oposição ao governador Beto Richa tem problemas sérios para resolver daqui até o ano que vem. O primeiro deles parece ser o seguinte: viabilizar pelo menos mais uma candidatura, além da de Gleisi Hoffmann, do PT. Caso contrário, a probabilidade de Richa ganhar no primeiro turno é bastante grande.

Os números do Paraná Pesquisas, divulgados neste domingo pela Gazeta do Povo (leia aqui), mostram sempre segundo turno. Mas contam sempre com a candidatura de Roberto Requião ou de Osmar Dias. Ou ainda de Ratinho Jr. E, na verdade, hoje nenhum dos três parece ter chances reais de ser candidato.

Ratinho está aliado a Beto Richa. E, ais do que isso, pode fazer parte da mesma chapa. Nesse caso, não só deixa de tirar votos de Richa como ainda soma muita coisa: lembre que ele fez um, terço dos votos na capital e tem o apoio avassalador do pai no interior.

Osmar, embora tenha reaparecido do ostracismo recentemente, pouco tem feito e dificilmente sairia candidato junto com Gleisi. Os dois dependem dos mesmos apoios, do PT nacional e de Fruet em Curitiba. Juntos, morreriam abraçados.

Requião perdeu o controle do PMDB e, se não for para outro partido, deve ser atropelado pelos aliados de Richa, com Serraglio e Stephanes à frente.m Para ele, não é um problema, já que ainda tem mais quatro anos de Senado pela frente. Mas para Gleisi isso dificulta tudo.

Batendo de frente com Richa r Ratinho e, além de tudo, sozinha, Gleisi tem grande probabilidade de fracassar. Na única vez em que se enfrentaram, na disputa pela prefeitura da capital em 2008, Richa teve 77% dos votos válidos. A situação mudou. Mas a vantagem, nitidamente, ainda é do tucano.

Siga o blog no Twitter.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]