Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
De acordo com a autorização do concurso, o edital sairá nos próximos 6 meses
De acordo com a autorização do concurso, o edital sairá nos próximos 6 meses| Foto: Vinícius Mendonça/Ibama

Está constituída a comissão de servidores que será responsável pela organização do próximo concurso para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, seleção que terá a oferta de 568 vagas em cargos efetivos de nível intermediário (médio) e superior.

A comissão, formada pela Portaria n.º 2.311 de 9 de setembro de 2021 (confira aqui), terá a responsabilidade de participar do processo de seleção da empresa organizadora do concurso, apresentar a proposta de conteúdo programático para as provas escritas, sugerir a distribuição das vagas e propor a elaboração do edital de abertura.

Conforme divulgamos aqui no blog, o certame está autorizado desde o último dia (06) e terá oportunidades para analista ambiental, analista administrativo e técnico ambiental. A autarquia não tem um novo concurso há quase uma década e, segundo dados do mês de julho da Secretaria de Gestão de Pessoas do Ministério da Economia, o quadro de servidores do IBAMA está funcionando em déficit, já que o número de cargos vagos supera o número de servidores na ativa.

Cargos existentes: 6.430
Cargos ocupados: 2.538
Cargos vagos: 3.892

Com a seleção autorizada e a comissão formada, a responsabilidade pela realização do concurso será do Diretor-Presidente do IBAMA, sendo que o edital de abertura deverá ser publicado no prazo máximo de seis meses contados a partir da publicação da autorização (6 de março de 2022).

Últimos editais do IBAMA

Os dois últimos concursos para cargos efetivos do IBAMA foram organizados pelo Cespe/UNB (atual Cebraspe), sendo ambos no mesmo ano, um para nível médio e outro para nível superior.

O edital de 10 de agosto de 2012 (acesse aqui) trouxe 300 vagas no cargo de Técnico Ambiental, função que exige o nível médio de escolaridade. Na época, o vencimento básico inicial do cargo era de R$ 2.580,72 para uma jornada de quarenta horas semanais. Os candidatos foram avaliados no dia 21 de outubro de 2012 mediante prova objetiva com 120 itens (para julgamento certo ou errado) das matérias de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Matemática, Ética no Serviço Público e Conhecimentos Específicos (Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do Setor de Meio Ambiente, Noções de Administração, Orçamento, Finanças e Contabilidade Pública, Noções de Gestão de Pessoas e Noções de Arquivologia).

O edital de 26 de outubro de 2012 (acesse aqui) trouxe 108 vagas no cargo de Analista Ambiental, divididas em três áreas de atuação. A função exige nível superior e, na época, o vencimento básico inicial do cargo era de R$ 5.441,24 para uma jornada de quarenta horas semanais. Os candidatos foram avaliados no dia 20 de janeiro de 2013 mediante prova objetiva com 120 itens (para julgamento certo ou errado) das matérias de Língua Portuguesa, Atualidades, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do Setor de Meio Ambiente e Conhecimentos Específicos, além de prova discursiva (uma redação de texto dissertativo e duas questões práticas).

Veja os concursos com inscrições abertas em todo o Brasil |

Deixe abaixo os seus comentários e também acompanhe as principais notícias do blog Concurseiros no Facebook da blogueira Thais Nunes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]