i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Concurseiros

Foto de perfil de Concurseiros
Ver perfil

Justiça suspende o concurso da PRF; a seleção tem mais de 129 mil inscritos

  • PorThais Nunes
  • 21/02/2019 11:51
Com a suspensão do concurso, os mais de 129 mil inscritos aguardam o resultado das provas escritas para prosseguir nas próximas etapas da seleção. (Foto: Flickr PRF Paraná)
Com a suspensão do concurso, os mais de 129 mil inscritos aguardam o resultado das provas escritas para prosseguir nas próximas etapas da seleção. (Foto: Flickr PRF Paraná)| Foto:

As notícias não são animadoras para os mais de 129 mil inscritos no concurso da Polícia Rodoviária Federal. A seleção foi suspensa por determinação judicial no momento em que os candidatos aguardavam com ansiedade o resultado das provas escritas aplicadas no dia 03 de fevereiro de 2019, aumentando ainda mais o tempo de espera para a posse numa das 500 vagas em disputa no concurso.

De acordo com o documento publicado na página da organizadora Cebraspe (acesse aqui o documento da íntegra), o motivo da suspensão foi uma decisão liminar do juiz da 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará nos autos da Ação Popular n.º 0819751-78.2018.4.05.8100. O processo foi impetrado logo após a após a publicação do edital (28 de novembro de 2018), mas devido aos trâmites processuais, somente após a aplicação da prova escrita (03 de fevereiro de 2019) é que a decisão de suspensão foi proferida.

VEJA TAMBÉM: São Paulo tem 64 concursos abertos e quase 2 mil vagas em disputa

O objeto da Ação Popular é uma ilegalidade no edital quanto à exigência de que o candidato tenha que realizar todas as fases do concurso na mesma unidade da federação da vaga, já que há oportunidades apenas em 17 estados da federação. Assim, havendo uma decisão favorável, o candidato teria a opção de fazer prova em qualquer das capitais dos 26 estados, além do Distrito Federal. Também há o pedido de reabertura das inscrições, já que a restrição dos locais de prova pode ter sido empecilho para que alguns candidatos deixassem de participar da seleção.

Agora, com o concurso já em andamento e a prova escrita realizada, resta aos candidatos aguardar a decisão definitiva da justiça para saber qual será o procedimento adotado. Conforme informado no documento de suspensão, o edital com resultado da prova objetiva do concurso, bem como do resultado provisório da prova discursiva, serão publicados no Diário Oficial da União e divulgados no endereço eletrônico da organizadora em data oportuna.

Seleção

O concurso da Polícia Rodoviária Federal teve edital publicado em 28 de novembro de 2018 no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), com 500 vagas para o cargo de Policial Rodoviário Federal, sendo distribuídas em 17 estados brasileiros (Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, São Paulo e Tocantins).

O cargo tem subsídio inicial de R$ 9.473,57 para uma jornada de 40 horas semanais. Para ingressar no cargo é preciso, entre outros requisitos listados no edital de abertura, ter o nível superior em qualquer área de formação e a carteira de habilitação no mínimo em categoria “B”.

VEJA TAMBÉM: Quer ser sargento do Exército? Saiu o edital com 1.100 vagas de nível médio

No dia 3 de fevereiro de 2019 os candidatos enfrentaram a prova escrita (objetiva e de redação). Os aprovados nesta primeira fase passarão, ainda, pelo exame de capacidade física, pela avaliação de saúde, pela avaliação psicológica, pela avaliação de títulos e, por fim, pela investigação social, finalizando a primeira etapa do concurso.

A segunda etapa do concurso será o Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal e do Cebraspe, a ser realizado em locais previamente indicados no edital de convocação para essa fase.

VEJA TAMBÉM: Paraná tem 25 concursos abertos e mais de 500 vagas em disputa

Deixe abaixo seus comentários e sugestões de assuntos que você gostaria de ver aqui no blog Concurseiros. Siga as páginas do Vida Financeira e Emprego e da blogueira Thais Nunes no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.