i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Concurseiros

Foto de perfil de Concurseiros
Ver perfil

Acabou a espera: veja os últimos detalhes para a prova do TJPR

Foram mais de dois anos de espera pela prova deste domingo. Desde o edital de abertura, os candidatos tiveram 977 dias de preparação

  • PorThais Nunes Laskoski
  • 20/09/2019 19:17
O concurso está aberto desde 2017 e a prova acontecerá no próximo  domingo
O concurso está aberto desde 2017 e a prova acontecerá no próximo domingo| Foto: IRWL/TJ-PR

Enfim chegou o grande dia para mais de 150 mil candidatos que disputam uma das 114 vagas no cargo de Técnico Judiciário do 1º grau de jurisdição do Tribunal de Justiça do Paraná, função que exige apenas o nível médio de escolaridade e tem remuneração que, juntamente com outros benefícios, pode passar dos 6 mil reais mensais.

CORRE ESTUDAR: TJ-SC autoriza novo concurso de nível médio e superior; banca já foi escolhida

Neste dia 22, em Curitiba e noutras cidades do Paraná (que poderão ser consultadas apenas pelos inscritos no site da organizadora), os candidatos enfrentarão, a partir das 13h (horário local), sessenta questões de múltipla escolha das disciplinas de Língua Portuguesa (20), Matemática (15), Informática (5), Atualidades (5), Noções de Direito e Legislação (15), além de uma redação com até 30 linhas que avaliará os conhecimentos dos candidatos em escrita e em assuntos da atualidade.

Candidatos e professores são unânimes: a disputa será acirrada. Foram mais de dois anos de espera e, por este motivo, entre o edital de abertura em 18/01/2017 e a prova no próximo domingo, os inscritos tiveram 977 dias de preparação, o que elevará e muito a qualidade dos concorrentes.

E se você está inscrito no concurso, tendo estudado muito, pouco ou nada, é importante saber algumas informações específicas sobre a prova, conforme listamos abaixo.

1 - Horário
A prova terá início às 13h00 (horário local). Isso significa que neste horário serão abertos os lacres, as provas serão distribuídas e os candidatos começarão a responder as perguntas. A determinação (e não recomendação) é que se chegue ao local de prova no mínimo uma hora antes, ou seja, ao meio-dia.

2 - Locais de prova e transporte
O Cebraspe dividiu os inscritos por ordem alfabética. Por isso, um candidato pode ter sido colocado num colégio bem longe de casa. Carro de aplicativo e táxi talvez não seja uma boa escolha, já que há relatos de concursos anteriores na capital paranaense que, faltando uma hora para o fechamento dos portões, já não havia carros que aguentassem a demanda, além dos valores que foram às alturas. Conheça o local de prova não apenas no mapa. Se possível, confira a rota, defina o meio de transporte e, caso decida pelo transporte público, veja os horários para domingo (no caso de dos ônibus de Curitiba acesse aqui).

Para quem utilizará carro, algumas faculdades dispõem de estacionamento próprio, mas as filas de acesso são gigantescas. A antecedência é tudo para não deixar o carro na rua e ainda gastar com flanelinhas que invadem os espaços. Há, ainda, instituições que cobram pelos estacionamentos, como a PUC-PR nos últimos concursos. Por isso leve dinheiro (não costumam aceitar cartões).

3 - Documentos e caneta
Para domingo os inscritos precisarão apresentar documento original de identidade com foto, sendo válido tanto o RG quanto a carteira de motorista, o passaporte, a carteira de trabalho e a carteira emitida por autarquia profissional, como CRC, CRM ou OAB.

Também o TJPR recomenda que o candidato leve o comprovante de inscrição. Não é obrigatório, mas caso haja problema com a lista de inscritos no local de prova, o comprovante é a garantia de conseguir participar do concurso. Há dois modelos de comprovante de inscrição: quem tem acesso à área restrita do Cebraspe há o comprovante que tem o nome e documentos do candidato, além do número de inscrição e um código de barras. Para quem não tem acesso à área restrita do site da organizadora, poderá neste link imprimir o ensalamento apenas com o uso do CPF, que também vale como comprovante.

Para responder a prova e fazer a redação, a caneta também é especial. Serão aceitas apenas aquelas do modelo esferográfica, de tinta preta e feita com material transparente. Recomenda-se que se leve mais de uma, pois não poderá ser utilizada qualquer outra caneta nem para os rascunhos, além de lápis, lapiseira, canetinhas e borracha, todos são objetos proibidos no local de prova.

4 - Alimentação
A prova tem cinco horas de duração e sim, a alimentação está liberada. Mas cuidado com a embalagem. Latas e caixinhas de suco estão proibidas porque as embalagens, seja plástico ou vidro, precisam ser transparentes (recomenda-se até remover o rótulo). Qualquer alimento, desde bala, chiclete, pirulito, chocolate, barra de cereal e biscoitos, que normalmente você leva na embalagem original, é preciso remover a embalagem e colocar num papel filme ou saco/pote plástico 100% transparente. Dica: para quem gosta de bala e chichete é possível transportar todos juntos num saco/pote plástico 100% transparente com uma ou duas colheres de açúcar cristal. O açúcar impede que as balas grudem umas nas outras.

5 - Cadastro no site da organizadora
Quando as inscrições aconteceram em 2017 e 2018, os dados foram preenchidos no site do TJPR. O Cebraspe já abriu (e encerrou) prazo para cadastro no site do Cebraspe, que não é obrigatório para realizar a prova, mas que poderá ser necessário para ter acesso à área restrita de envio de recursos e, também, para acesso ao espelho da redação. Se você nunca fez provas do Cebraspe, então é preciso fazer o cadastro para criar um login e senha de acesso ao site de organizadora e isso pode ser feito a qualquer tempo, até mesmo depois da prova. Não é emergencial, mas é importante.

VEJA TAMBÉM: Projeto de lei orçamentária prevê concurso do INSS em 2020

E por fim, o mais importante: o concurso não é a sua vida, um concurso é só um projeto de carreira no serviço público. Se nesta prova o resultado não for o esperado, lembre-se que o conhecimento adquirido não se perde. Erga a cabeça e recomece a sua jornada. Muitos bons concursos estão acontecendo todos os meses. Ser aprovado não é uma questão de sorte ou azar. Em matéria de concurso público, sorte é a preparação que ninguém viu acontecer.

Histórico do concurso

O concurso teve edital publicado em 18 de janeiro de 2017 com previsão de prova no terceiro trimestre do mesmo ano. No entanto a prova não aconteceu como determinado e em 05 de setembro de 2017 a instituição divulgou nota adiando a prova para 2018. Em 27 de abril de 2018, 463 dias após a abertura do concurso, o tribunal publicou um novo edital modificando o programa da matéria de Noções de Direito e Legislação, aumentando o número total de vagas (de 100 para 114), reabrindo o prazo para inscrições e oferecendo aos candidatos já inscritos a possibilidade de cancelamento na participação no concurso. Em 1º de agosto de 2018 a comissão de concurso publicou ainda uma nova movimentação relativa a reserva de vagas para negros e deficientes e, também, a relação dos candidatos que se inscreveram e, posteriormente, solicitaram desistência do concurso.

O ano terminou, o compromisso de prova em 2018 não foi cumprido e surpreendentemente, após a mudança da cúpula diretiva do tribunal, no dia 07 de fevereiro de 2019, 750 dias após a publicação do edital, o concurso foi suspenso sob a alegação de necessidade de avaliação de decisões do Conselho Nacional de Justiça, sobretudo quanto à força de trabalho do primeiro grau de jurisdição.

A organizadora do concurso foi contratada em 04/04/2019 dando fim ao período de suspensão, sendo que em 17 de maio de 2019 o tribunal retificou o programa de Noções de Direito e Legislação (veja o vídeo abaixo), exigindo as alterações legislativas ocorridas desde a publicação do edital de abertura em 18 de janeiro de 2017 até trinta dias antes da prova.

No dia 25 de julho de 2019, 918 dias após a abertura do concurso, o Tribunal de Justiça agendou a prova para 22 de setembro de 2019, pondo fim a espera dos inscritos.

VEM AÍ: Secretaria da Fazenda do Paraná autoriza concurso

Deixe abaixo seus comentários e sugestões de concursos que você gostaria de ver aqui espaço Concurseiros e siga a página da blogueira Thais Nunes no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.