i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Crônicas de um Estado laico

Foto de perfil de Crônicas de um Estado laico
Ver perfil

A live de Bolsonaro com líderes religiosos foi um ataque ao Estado laico?

  • Por Thiago Rafael Vieirae
  • Por Jean Marques Regina
  • 18/04/2020 00:01
O presidente Jair Bolsonaro participa de live com líderes religiosos no domingo de Páscoa.
O presidente Jair Bolsonaro participa de live com líderes religiosos no domingo de Páscoa.| Foto: Reprodução/Facebook

12 de abril de 2020, domingo de Páscoa. O cristianismo mundial celebra sua data mais importante: a ressurreição de Jesus, o Filho de Deus. Dois milênios depois, mais de 2 bilhões de pessoas seguem os passos do Nazareno, que, além de reconciliar os homens com Deus através de sua vida e morte sacrificiais, impactou tanto a história que literalmente a dividiu entre antes e depois de caminhar entre nós.

Como todos sabemos, ao longo dos séculos o cristianismo tem influenciado o mundo em praticamente todas as áreas da vida humana: do conhecimento científico, ora estimulado ora desafiado, passando pelas humanidades e estudos sociais, sem descuidar do impacto na esfera política. Roma sucumbiu, mas a Igreja floresceu; o que hoje conhecemos por Europa (e, de quebra, o que depois veio a ser o nosso continente americano) bebe diretamente da cultura estabelecida pela fé cristã. Já São João Paulo II afirmara (depois ratificado pelo papa emérito Bento XVI) que a Europa é o produto do encontro de três cidades: Jerusalém, que nos legou a fé no Deus de Abraão, Isaac e Jacó – de quem descende o Messias anunciado, Jesus; Atenas, que deu ao mundo a sistematização do pensamento por meio da filosofia; e Roma, ao organizar a sociedade para o florescimento pelo Direito.

Sob esta bandeira foram os diferentes postos romanos espalhados pela Europa formados e, depois, organizados como os países que hoje conhecemos. Um dos exemplos é o antigo “Porto da Gália”, que depois passa a ser organizado como “Portugal”, de quem somos nós, brasileiros, filhos diretos. Assim sendo, esta nossa terra, que nasceu como “Ilha de Vera Cruz” e, logo depois, “Terra de Santa Cruz”, jamais deixou de ter no madeiro onde foi vergado o Logos divino o seu símbolo maior. A cruz nos uniu como povo – conta a história, inclusive, que as grandes embarcações portuguesas sempre carregavam consigo “lascas da cruz de Cristo”, ou melhor, da verdadeira (vera) cruz em que Cristo fora crucificado, fruto da fé e da missão de propagação do Evangelho ao novo mundo –, e seguimos sendo o povo da cruz! Prova disto é que todas as bandeiras de nossa herança nacional, até a atual, mantêm-na (a cruz) à vista. Desde os reis portugueses aos imperadores brasileiros – a cruz da Ordem de Cristo, criada em 1319, foi incorporada aos pavilhões das dinastias reinantes, de dom Dinis até dom Pedro II por aqui (e que continuam no brasão da família Orleans e Bragança).

A cruz nos uniu como povo, e seguimos sendo o povo da cruz

Logo após o golpe republicano, e na sanha de refundar o país sob os novos valores embasados na doutrina positivista, também a bandeira nacional, expressão de um país que emergia do regime monárquico para a “evolução natural” da humanidade em progresso, foi alterada. Mantiveram o retângulo verde com o losango amarelo, tal como idealizado por Jean Baptiste Debret e José Bonifácio de Andrada e Silva ao constituírem a bandeira imperial, mas, em vez das armas da casa reinante, colocaram um céu azul, a faixa positivista e estrelas. Entre elas, a brilhar, a constelação que nos identifica: o Cruzeiro do Sul ou Crux, que em latim significa simplesmente “cruz”.

Toda esta introdução serve para lembrar, repisar, firmar o entendimento que, possamos querer ou não, o elemento religioso de matriz cristã é absolutamente entranhado em nossa consciência nacional. O povo brasileiro é majoritariamente cristão, esmagadoramente religioso. Bater-se contra isto é exercitar um negacionismo da realidade, expressão esta que vem tomando as matérias jornalísticas nos últimos meses ao se referir a quem, especialmente líderes políticos, minimiza os impactos da pandemia mundial.

O presidente Jair Bolsonaro resolveu, neste domingo de Páscoa tão singular, quando todos os cristãos – ou pelo menos sua maioria esmagadora – foram privados da oportunidade de viver sua festa maior nos diversos templos do país, fazer uma transmissão ao vivo, uma live, como todos dizemos, juntando líderes religiosos do catolicismo romano, de algumas tradições evangélicas e, inclusive, de um líder da comunidade judaica. A transmissão ocorreu pela internet e pela TV Brasil. Foi o suficiente para uma parcela do povo tomar por ofensa ao Estado laico tal atitude. Será?

Em nossa obra Direito Religioso: questões práticas e teóricas, comentamos sobre a opção do constituinte originário brasileiro ao adotar o regime da laicidade colaborativa. Ao mesmo tempo que o povo define que o Estado não adotará uma postura institucional quanto à questão transcendental (em outras palavras, não confessará uma fé ou religião específica), reconhece a importância fundamental da religião como sendo o fenômeno capaz de dar respostas a questões existenciais sem as quais é impossível ao ser humano ter plena dignidade. E a dignidade, por sua vez, é um dos fundamentos da nossa Constituição (artigo 1.º, III). Logo, ambos se colocam em suas esferas (o Estado na dimensão física, material; e a religião, na esfera espiritual) ao buscarem o bem comum, ou, como no texto do artigo 19, I, o “interesse público”.

Por outro lado, sempre há quem pense que o Estado laico colaborativo brasileiro guarda relação com a experiência observada na França, que resolveu adotar uma ruptura entre o tecido social e a sua herança de fé cristã. A Revolução Francesa foi, em essência, um ato de destruir o passado e criar ex nihilo o seu país. Nele, a fé foi relegada à esfera privada da vida humana, uma espécie de “mal” a ser combatido pela iluminação da razão intelectual, mas tolerada enquanto os néscios não conseguem evoluir. A fé jamais seria um argumento de autoridade na esfera pública! E este pensamento é acolhido e anelado por uma parcela significativa de nossa elite brasileira, nas várias áreas da produção e disseminação de cultura, e que ora se vê em choque com a cultura majoritária do Brasil profundo: aquele que responde por mais de 90% dos 209 milhões de habitantes deste país. Muito diferente do país do qual herdamos nossa laicidade: os Estados Unidos.

Para os norte-americanos, a fé em um Deus criador de todas as coisas sempre foi fundamental e a separação entre Igreja e Estado se deu muito mais como proteção para a Igreja de intromissões estatais do que o contrário. Vejam uma das frases mais conhecidas do idioma inglês, que está presente na Declaração de Independência dos Estados Unidos da América: “We hold these truths to be self-evident, that all men are created equal, that they are endowed by their Creator with certain unalienable Rights, that among these are Life, Liberty and the pursuit of Happiness” (“Consideramos estas verdades como autoevidentes, que todos os homens são criados iguais, que são dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, que entre estes são a vida, a liberdade e a busca da felicidade”).

Sempre há quem pense que o laicismo brasileiro guarda relação com a experiência da França, onde a fé foi relegada à esfera privada da vida humana, uma espécie de “mal” a ser combatido pela iluminação da razão intelectual

Até um representante da Organização dos Estados Americanos – curiosamente, o seu relator para liberdade de expressão (!), Edison Lanza, criticou a transmissão da live, dizendo em sua conta do Twitter no dia 13 de abril: “Um continente que não aprende com os erros está condenado a repetir suas tragédias. A tevê pública do Brasil convertida em um espaço de proselitismo político e religioso. Há de se banir o uso sectário (confessional) e longe do interesse público das mídias públicas com garantias legais” (tradução livre).

É o típico exemplo de confusão sobre o modelo brasileiro em contraposição a outros modelos. O Brasil não vê uma afronta na existência da fé em sua dimensão pública! Fique claro: não foi um culto religioso. Seria impossível congregar católicos, evangélicos e judeus na mesma cerimônia litúrgica! O que aconteceu ali (analisando especificamente sob o argumento de ferir ou não o Estado laico; deixamos as interpretações políticas para o juízo de cada leitor) foi, a pretexto da maior data do calendário cristão, buscar conversar com líderes que expressam a maioria das confissões religiosas brasileiras sobre a situação atual, e encorajar a todos a manterem o bom ânimo e a perseverança diante dos dias difíceis que todos enfrentamos.

A liberdade de expressão religiosa de pelo menos 180 milhões de pessoas foi celebrada neste domingo da Ressurreição. Em tempos nos quais as liberdades civis estão tão fragilizadas diante do pânico instalado pela pandemia, a tsunami de fake news que é descarregada e compartilhada por aí e o desalento por tantas previsões catastróficas são armas de propaganda que podem abater o moral do povo. Ser um pacificador é virtude muito bem-vinda nestes dias. Assim como denunciar o que está errado é função de todos aqueles que se consideram homens e mulheres de boa vontade, voltemos nossos pensamentos igualmente para ações que nos façam animados e prontos para a dura tarefa de reconstrução do nosso Brasil após esse vírus maldito sumir daqui.

E Feliz Páscoa aos leitores, mesmo com atraso!

Conteúdo editado por:Marcio Antonio Campos
29 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 29 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • B

    Breno

    ± 4 dias

    Não de existe estado laico até por que o isentismo e a omissão são formas de tornar em absoluto a relativização dos valores. No fim, o laicismo é a tentativa de se dizer que os religiosos são cegos e que os irreligiosos vêem a verdade, logo só a religião deles é permitida.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Willian Cardoso de Souza Jesus

    ± 4 dias

    Ótimo texto! A Gazeta do Povo deveria oferecer mais espaço para matérias sobre religião, especialmente as cristãs, já que somos um país cristão no que mais importa, na fé. Dito isto, creio q a maioria aqui já saiba do q vem se tornando cada vez mais óbvio: essas pessoas q se manifestam supostamente na defesa do Estado laico ao verem algo como esse encontro de religiosos cristãos, na verdade não defendem laicidade do Estado, mas sim almejam a médio e longo prazo a DESTRUIÇÃO DAS RELIGIÕES CRISTÃS, ou pelo menos uma drástica redução da influência delas na sociedade ocidental. FRACASSARÃO, como sempre, desde a origem do Cristianismo. JESUS É MAIOR Q TUDO E TODOS!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Francisco J. - 2019

    ± 4 dias

    Texto EXCELENTE. Muito obrigado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcio Martins Cordeiro

    ± 4 dias

    O Estado é laico, no entanto as pessoas que o trazem a existência não são. Ressalta-se ainda que em torno de 80 % da população brasileira é cristã, independente da denominação religiosa. Assim, Bolsonaro está alinhado na fé com grande maioria da população.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Arnaldo Silva Costa

    ± 4 dias

    Parabéns pelo artigo. Os seus autores mostraram os dois lados com muito cuidado. A verdade é que laico ou não, estamos precisando de atos que demonstrem paz. O curioso é ver que a imprensa em geral nunca reclamou ou exigiu dos mandatários anteriores uma postura cristã. O corretamente político funcionava. Pra quê?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Andreas Milla

    ± 4 dias

    É incrível como a oposição usa qualquer subterfúgio oara denegrir a imagem do nosso líder máximo da nação. Não aceitam que foram derrotados de forma democrática e tentam bagunçar de qualquer forma. Deturparam totalmente o significado de Estado Laico, usando uma demonstração de respeito a um dos conceitos mais importantes da nossa constituição, que é a tolerância religiosa, quando a pessoa do nosso presidente, que como qualquer cidadão brasileiro, tem o direito de seguir a sua religião, faz um gesto de união entre todos, inventam um "insano ataque ao Estado Laico".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JAMC

    ± 4 dias

    ToperaSONARO

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    joseantonio3504@gmail.com

    ± 4 dias

    Concordo plenamente com a crítica da Gazeta: "Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa." Se a doutrinação político partidária é prejudicial e covarde, a religiosa tem o mesmo efeito. Porque ambas suprimem a liberdade das ideias e o livre pensamento.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Francisco G. Junior

    ± 4 dias

    Aos Cristãos que Deus nos guarde, aos ateus que natureza cuide, simples assim.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MAFerreira

    ± 5 dias

    Grande parte de brasileiros é uma esponja encharcada de politicismo, com perdão do neologismo se a palavra é um. Quem estiver na oposição verá política em todos os atos da situação. Assim como bolsonaristas percebem política em atos de líderes do legislativo e do judiciário, quando contrariam o executivo, seus adversários fazem o mesmo em qualquer ato do presidente Pocketnaro ou seus apoiadores de mais visibilidade. São dores de cotovelo naturais e previsíveis,

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo Maia

    ± 5 dias

    Se um político não puder expressar sua religiosidade, qualquer que seja ela, estaremos no estado ateu, como o soviético da Constituição de 1936. Se fosse uma live umbandista, teria essa celeuma toda? Ademais, dos 45 presidentes americanos, 44 foram protestantes evangélicos, sendo que dois não frequentavam igreja específica, mas professavam essa fé, inclusive publicamente em seus discursos .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • H

      helio

      ± 5 dias

      E vc demonstrou seu preconceito contra os evangélico s. Difícil, né?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • J

      João Mauricio

      ± 5 dias

      Já demonstrou o seu preconceito contra os umbandistas. Com certeza vc não é católico, e sim evangélico, defensor do Silas Malafaia, Edir Macedo, e outros.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • _

    __Cloroquina!__

    ± 5 dias

    Religião misturada com política vira guerra. Os evangélicos serão os jihadistas do futuro. Basta uma ordem e a matança acontece em cima dos não evangélicos. Alguém duvida? Pois se o evangélico elege presidente, deputado, senador, prefeito, vereador. Tudo aparelhado pela igreja evangélica.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • F

      Francisco J. - 2019

      ± 4 dias

      Vai tomar sol, beber um suco de uva ou um café. Essa lombra vai passar. Boa tarde.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Fernando Cavalcante

      ± 4 dias

      Cloroquina: Deus te ouça. Amém.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • ± 4 dias

      Há sim, com certeza! O que você não entende, é que o grupo de pessoas cristãs (católicos/protestantes), seguem a bíblia. Que já se encontra imutável e cononizada desde Constantino, no Império Romano. É impossível você convencer um cristão a ser Jihadista. A partir do momento que ele se torna um guerrilheiro religioso, a primeira coisa que ele deixou de ser, é cristão. Todos os Mártires do cristianismo (Paulo, Estevam, e etc) morreram sem reagir, o Novo testamento não faz alusão nenhuma a convencer povos e cidades a se converterem, através de guerra.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz carlos bittencourt

    ± 5 dias

    Ihhh cara .. vírus não tem religião .. pega qualquer desavisado ... assunto fora de contexto

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ALEX

    ± 5 dias

    Bolsonaro é o típico religioso (Fake News). Mostra total desprezo pela vida. Se aproxima dos líderes religiosos com um único intuito, ganhar votos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Mello

    ± 5 dias

    In God we trust.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    André Sena Pereira

    ± 5 dias

    O Estado é laico. O presidente não. Só isso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • P

      Paulo Ricardo Costa Pinto

      ± 5 dias

      O estado é laico, não ateu, pedestal.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    A.R.ALVES

    ± 5 dias

    No Brasil 200 milhões de pessoas assim como eu creem em Deus e independentemente da igreja, mesquita, residência ou templo onde professam sua fé ela é importante para cada um de nós. Mesmo sendo maioria absoluta e esmagadora da população ainda permitimos que essa minoria zombem e ofendam quem defende sua religiosidade!! quer maior prova de democracia e tolerância??

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • Z

      Zyss

      ± 5 dias

      Eu chamo de analfabetos religiosos, se declaram cristãos mas nunca leram uma página da Bíblia ou se leram não entenderam nada... Um povo burro que não a menor noção de valores... Muito fácil de manipular.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jauro Francisco da Silva

    ± 5 dias

    O que o fez muito bem! Abaixo o comunismo ateu e sanguinário, emoldurado pela capa do laicismo

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Cidadão Brasileiro

      ± 4 dias

      Loucura! Vc precisaria ter nascido na idade média para entender para onde leva o que escreveu.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Alexandre Paranaense

    ± 5 dias

    Populista. Quer o apoio dos evangélicos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • S

      Sartan

      ± 5 dias

      E não é? não adianta passar o pano não bozoloide

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • P

      Paulo Ricardo Costa Pinto

      ± 5 dias

      Todo otário só enxerga política antes o próprio focinho.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.