i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Diogo Schelp

Foto de perfil de Diogo Schelp
Ver perfil
Política

O poder das fake news e o secretismo no STF

  • Por Diogo Schelp
  • 31/05/2020 18:00
Allan dos Santos
Blogueiro Allan dos Santos (à esquerda), do site de fake news Terça Livre, foi alvo da Polícia Federal no inquérito aberto pelo STF| Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Em um momento em que os brasileiros estão lutando para sobreviver ao desastre econômico e de saúde pública causado pela pandemia do novo coronavírus, as preocupações do governo federal se voltam para o inquérito sobre fake news conduzido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que produziu, na semana passada, uma operação de busca e apreensão em endereços de empresários, políticos e militantes digitais que apoiam o presidente Jair Bolsonaro. O inquérito tem fragilidades, como comentarei mais adiante. Mas os supostos crimes que ele investiga não são frugais e tampouco são facilmente desmontados com o argumento da liberdade de expressão. Para entender a razão disso, é preciso relembrar alguns episódios que mostram o poder das fake news.

A expressão em inglês fake news é frequentemente traduzida para o português como "notícias falsas". Alguns estudiosos da comunicação, como Eugênio Bucci, professor da Universidade de São Paulo, consideram mais adequado traduzir fake news para "notícias fraudulentas", para reforçar a ideia de que se tratam de informações produzidas e divulgadas com a intenção de fraudar os fatos — não por erro, omissão ou viés ideológico, mas com o propósito deliberado de desinformar e confundir.

O que diferencia um veículo de comunicação sério de um perfil online ou site de fake news é a intenção ou não de produzir desinformação. O jornalismo profissional por vezes divulga informações equivocadas ou incompletas, mas elas não são intencionais e muito menos desejadas. Quando identificadas, são corrigidas. Já os sites ou perfis de fake news "erram" de propósito, criando conteúdos que parecem reais, mas embutem mentiras deliberadas.

Uma estratégia comum dos produtores de fake news ou de quem se beneficia delas é a de acusar a imprensa profissional de fazer o que eles fazem. Um exemplo: o general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do governo Bolsonaro, que não é um produtor de fake news mas tomou as dores das pessoas que foram alvo do inquérito do STF, postou no Twitter a imagem de uma manchete com uma notícia que, segundo ele, é falsa e tascou-lhe o carimbo "fake news". Ainda que a informação estivesse incorreta, Heleno estaria errado em classificá-la como fake news.

Bolsonaro também inverte o uso da expressão com frequência. Neste domingo (31), foi publicado em seu perfil no Facebook que "o maior dos FAKE NEWS é o 'gabinete do ódio' inventado pela imprensa" e que "essa mesma mídia podre produz, diariamente, dezenas de Fake News contra o Presidente".

O choro é livre, como se tornou costumeiro dizer por aí. A questão é que essa é uma estratégia antiga para desqualificar a imprensa. Sem querer usar o exemplo para defender a narrativa de que o governo Bolsonaro é fascista (como já escrevi em meu primeiro artigo aqui, o conceito não se aplica à realidade brasileira atual), apenas para demonstrar que a estratégia já se mostrou eficaz no passado, recorro a uma expressão que foi muito utilizada no contexto da ascensão do nazismo na Alemanha: Lügenpresse.

Lügenpresse, em alemão, significa "imprensa da mentira" ou "imprensa mentirosa". Antes de chegar ao poder, Adolf Hitler tratava a imprensa e os jornalistas como inimigos do povo. Hitler e seus partidários repetiam à exaustão a palavra Lügenpresse para desacreditar todos aqueles que se dedicavam, nos jornais, a desmontar as mentiras ("Lügen", em alemão) que ele próprio tratava de espalhar.

Uma imprensa profissional e crítica era, portanto, uma ameaça às informações fraudulentas — essas, sim, verdadeiras fake news — que Hitler e seus propagandistas, como Joseph Goebbels, difundiram com o intuito de ascender ao poder e de promover a perseguição aos judeus.

As fake news do nazismo tinham por objetivo convencer a população de que outros grupos políticos faziam parte de conspirações para trair a nação em prol de interesses estrangeiros, de que os alemães compunham uma raça superior e de que os judeus eram culpados por tudo o que havia de errado no país.

O sociólogo alemão Harald Welzer descreveu recentemente em um artigo para o jornal Die Zeit um dos princípios das mentiras espalhadas por Hitler e Goebbels: quanto mais numerosos e quanto maiores os absurdos que são ditos, mais as pessoas tendem a acreditar neles. A analogia é a de uma cama de pregos: se um faquir pisar em um prego, irá se ferir; mas se repousar seu corpo sobre vários deles, se sentirá confortável.

Ou, segundo a formulação que Vinícius Libel fez em seu livro "Os Alemães" (Editora Contexto) sobre o ambiente de paranoia generalizada que se instalou na Alemanha nazista e sobre as mentiras que então se disseminava sobre a oposição e sobre os judeus: "Algumas frases que se mostram falsas ou mesmo absurdas quando analisadas de forma mais detida, de repente se tornam verdades absolutas, irrefutáveis para muitos alemães mesmo com dados e com as provas mais evidentes em contrário."

As fake news do nazismo — e a ameaça da repressão violenta que as acompanhavam — tinham por objetivo construir a crença cega em seu líder. Nos interrogatórios, soldados alemães capturados durante a II Guerra Mundial diziam: "Se o Führer falou, então dá para confiar." Essa crença cega em mentiras deliberadas permitiu ao regime nazista enviar milhões de judeus para as câmaras de gás dos campos de concentração.

Eis um dado importante sobre o poder das fake news: ele se torna muito maior quando aqueles que as divulgam também controlam outras instituições do Estado. Daí a necessidade de se investigar, no Brasil, se pessoas próximas do presidente ou membros do Poder Legislativo integram uma rede organizada de produção e disseminação de notícias fraudulentas.

O genocídio em Ruanda, para recorrer a outro exemplo extremo que demonstra o poder das fake news, ocorrido em 1994, também foi sustentado sobre dois pilares complementares: a construção de uma narrativa de ódio baseada em informações mentirosas (via estações de rádio) e o controle de instrumentos do Estado para organizar a matança, como a administração pública, o exército e os partidos.

Entre as muitas informações falsas usadas para incitar a população da etnia huti contra a minoria tutsi, segundo a ong de direitos humanos Human Rights Watch, estavam as de que os tutsis eram estrangeiros e não tinham direito de viver em Ruanda; de que eles eram mais ricos que os hutis e portanto culpados pela pobreza da maioria da população; e de que as mulheres tutsis eram usadas para seduzir os hutus. O genocídio em Ruanda resultou na morte de 1 milhão de tutsis.

Recomenda-se sempre cuidado a usar exemplos do nazismo ou de genocídios para analisar fatos políticos como os que vêm ocorrendo no Brasil. Não se deve sugerir, muito menos, que estejamos nos encaminhando para realidades semelhantes como as descritas acima. Mas esses episódios históricos demonstram o poder das fake news, seus mecanismos e sua capacidade de conduzir as massas a participarem ou serem coniventes com grandes atrocidades.

Existem bons argumentos para defender que, no caso das fake news que inundam a internet brasileira, a melhor reação se dá no âmbito da plena liberdade de expressão que permite a existência das próprias notícias fraudulentas. Ou seja, que não se deve combater as fake news por meio judiciais, mas deixando que a sociedade e o jornalismo profissional refutem as mentiras disseminadas em meios digitais com informações mais fidedignas.

Esse é um caminho que não deve ser abandonado. Mas pode não ser suficiente em um contexto em que, como sugere o inquérito do STF, a produção de fake news é comandada por pessoas próximas ao núcleo do Poder Executivo e, portanto, com influência sobre as ações de instituições do Estado.

O que enfraquece o argumento para uma investigação aprofundada da fábrica de fake news aparentemente ligada ao governo Bolsonaro é que ela seja conduzida com secretismo, sem que os advogados dos investigados tenham acesso aos autos — como tem ocorrido no inquérito do STF.

A reação às fake news exige transparência e respeito ao estado de Direito.

54 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 54 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • V

    Vicente Lino

    ± 0 minutos

    Lamentável artigo. O contorcionismo que se vê, ao comparar absurdos como a Alemanha de Hitler e o genocídio em Ruanda, só poderia sair da cabeça de quem quer desconsiderar os fatos. O inquérito das "fake news" é fraudulento, sua aceitação é a conivencia com o arbítrio. A imprensa tradicional perdeu credibilidade e as redes sociais, hoje são mais confiáveis. Noticia falsa se combate com mais noticias verdadeiras, o que a imprensa tradicional n

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Antoniel da silva pinto

    ± 31 dias

    Quanta ingenuidade dizer que a “imprensa tradicional e séria” não erra ou mente de forma deliberadamente intencional

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    SERGIO MOURA

    ± 49 dias

    Respeito ao Direito impede o STF de promover inquérito penal, prerrogativa constitucional do MP. Esquecimento conveniente?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    ROGERIO SOARES CARVALHO

    ± 54 dias

    E incrível como essa gente vive numa bolha. Chamar a grande imprensa de responsável e imparcial na situação atual é cômico, basta dar uma passada rápida nos portais dos grandes jornais. Será que o cara não percebe? Mas aqui chama à atenção outra coisa: ele escreve um artigo que tem, até agora, 50 comentários, 49 amplamente desfavoráveis. O colunista já deve ter percebido que aqui neste quadrado ele não tem chance de agradar. Eu não vou pedir a cabeça dele, isso é muito feio, e pode ser que a seu orçamento faça falta a contribuição mensal da Gazeta. Então sugiro que ele mude de editoria, pode ser útil sua contribuição em áreas como futebol, culinária ou crítica de artes.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    mup

    ± 55 dias

    Diogo, Senti um cheirinho de corporativismo no seu artigo. Isto em razão de você ter se proposto a falar SÓ de fake news, encaminhando seus argumentos no sentido de sugerir que FUNDAMENTALMENTE as redes propagadoras das fakes estariam no governo ou no entorno dele. O cheiro de corporativismo aparece quando você exclui seus colegas de profissão de diariamente publicarem ou produzirem notícias amparadas em notórias distorções dos fatos. Como, por exemplo, dizer que o pessoal do antifa estava fazendo uma manifestação em prol da democracia na Paulista. ocorreram sem quebra quebra ou destruição. Parece que voce no fundo tem fakes de estimação..

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    VILSOM DE SOUZA PEREIRA

    ± 55 dias

    "Ainda que a informação estivesse incorreta, Heleno estaria errado em classificá-la como fake news" Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/diogo-schelp/poder-fake-news-secretismo-stf/ Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados. Quer dizer que a grande imprensa não produz notícias incorretas intencionalmente? O que você acha de um grupo de pessoas que diz que veio para dar soco e chute ser tratada como protesto democrático, e outro que pede que as instituições funcionem corretamente, com mulheres e crianças presentes, ser tratado como antidemocrático. Para não espanto de ninguém os democráticos partem para a volência. Tudo endossado pelos nobres jornalistas

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rodrigo OL

    ± 55 dias

    O seu artigo é um exemplo de fake News. Tenho pena de você. Lamentável a sua ignorancia

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Alexandre Nascimento Spiegel

    ± 55 dias

    Este senhor é o exemplo clássico do jornalismo "profissional" que existe no Brasil Defende com unhas e dentes regimes do PT ou pelo menos se calam perante os roubos e as canalhices ideológicas tipo Batista e se serviram como defensores da democracia e da liberdade de imprensa quando o vento muda Classificar o grupo Globo, o grupo Folha de SP e o Estado de SP como imprensa seria não sei como classificar tal hipocrisia

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eduardo Prokofiev

    ± 55 dias

    A descrição da foto: ""Blogueiro Allan dos Santos (à esquerda), do site de fake news Terça Livre, foi alvo da Polícia Federal no inquérito aberto pelo STF". Sem comprovar do fato. Não seria FAKE NEWS , mas um engano da imprensa, segundo o artigo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • K

    Kleberson Costa Amaral

    ± 55 dias

    Diogo, gostaria de ver um apanhando de noticia que foi feita de maneira incorreta na globonews, ou falas totalmente fora de contexto, etc etc que nao fossem intencionais e, portanto, nao sao fake

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberto Garcia

    ± 55 dias

    Por favor. E quem vai ser o chefe desse ministério ou agência da verdade ? Você ? Ou os demais doutos jornalistas ? Ou os políticos ilibados? ou a OAB ? A imprensa “seria” é dissimulada permeando notícias verdadeiras com ilações flagrantemente falsas. Escolhe a dedo suas meterias e notícias. Para as mentiras tem a justiça. Reúna fatos determinados e acuse o mentiroso. Só isso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    eneida

    ± 55 dias

    Artigo lamentável!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo Gurgel

    ± 55 dias

    Mais uma viúva do Lula tentando defender o indefensável, pelo menos num país democrático.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joao paulo dias souza

    ± 55 dias

    ****** é você!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    PT NUNCA MAIS

    ± 55 dias

    O PT sempre foi uma fake News e continua sendo, os "jornalistas" sempre aceitaram isso. Na verdade isso não passa de falácias de Jornalistas esquerdistas para tentarem derrubar um governo que não compactua com sua ideologia. Vale tudo, até apoiar inquérito flagrantemente ilegal e ataque a liberdade de expressão.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    J.A.O

    ± 55 dias

    Fato é que hoje em dia tá difícil confiar na mídia como um todo. Estão infestadas de mal caratismo, e exemplifico: em 11 de maio, a Revista Fórum e o 247, fizeram matéria jornalistica afirmando que apoiadores do PR haviam feito saudação nazista ao presidente, o que foi imediatamente replicado por outros sites da mesma orientação ideológica. No entanto, tratava-se de foro tirada de uma matéria da CNN Brasil veiculada dia 08/05, na qual mostrava um grupo de pessoas fazendo o gesto de imposição de mãos, cena comum em uma oração feita por evangélicos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Alex Martins

    ± 55 dias

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gusta

    ± 55 dias

    Comentário simples: Jornalista de *****!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Miguel

    ± 55 dias

    Enquanto os governos do PT fizeram isso descaradamente, esses mesmos jornalistas de esquerda não disseram nada .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Claudio Cezar Carvalho de Almeida

    ± 55 dias

    Típico texto isentão. Fala, fala, fala e não diz nada de útil, apenas uma defesa tola da grande imprensa em relação ao que ela mais faz hoje em dia, que é propagar notícias falsas e tendenciosas contra um governo legitimamente eleito por ampla maioria da população.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LUIZ APARECIDO DE CARVALHO

    ± 55 dias

    Infelizmente o nosso país e nosso povo , vive sempre no meio de dois lados de uma nação dividida por versões de verdades dita sempre pra manter a divisão e os privilegiados que se apropriaram do estado em todas as esferas de poder , continuarem a se apropriarem de tudo que o povo produz , deixando apenas as migalhas através de auxílios mínimos , sem assim precisarem investir no que é essencial , que seria hospitais ( saúde) educação de qualidade e segurança , e a cultura do povo hoje é conivente com essa maneira nefasta de conduzir a nação como se o povo fosse um rebanho que vai aonde eles querem .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Cesar de Melo Pinto

    ± 55 dias

    Dois comentários. Em primeiro lugar, dizer que a imprensa profissional se adianta para corrigir os próprios erros, quando noticia fatos de forma incorreta ou distorcida não é necessariamente uma verdade. Não é isso que temos testemunhado nos últimos anos. Não é aceitável associar de forma genéria à imprensa um selo de boas intenções e imparcialidade. Desculpe-me, mas é muita ingenuidade. Sempre haverá interesses. Sempre. Sobre as fake news. Não devemos combater a divulgação de notícias e opiniões pelas redes sociais. Este é o futuro, por mais que isto represente uma mudança de paradigma e possa de fato ameaçar a imprensa enquanto negócio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos eisenschlag

    ± 55 dias

    Artigos como este tentando desacreditar o que meus olhos veem e reputar alguma credibilidade para veículos de informação viciados sao como desenhos animados em que se tenta parar uma represa rompendo com o dedo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz

    ± 55 dias

    Gazeta do Povo está se omitindo no contra-ponto aos ataques que o governo vem sofrendo, desde há muito tempo, do stf, do congresso e dos principais veículos de mídia do Brasil ... infelizmente ... só encontro este contra ponto no "Jornal da Cidade" ... por sinal, hoje mostra uma "retratação" do ministro Celso de Melo com relação à sua mensagem que acusa o governo de nos estar em um momento de "ascensão n*az*ista" conduzido pelo governo federal (quando isto é exatamente o que ele está fazendo com suas decisões anti-democráticas) ... notícia fundamental ... onde está a Gazeta ??"

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      Roberto Garcia

      ± 55 dias

      Acho que não está se omitindo. Ela transcreve a notícia e dá espaço para opiniões. Um dos poucos jornais que da espaço para a direita e os conservadores e liberais.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Ernesto L. de Oliveira

    ± 55 dias

    Esse artigo ajuda a desmascarar o trabalho bem articulado desenvolvido pelos grupos Globo, Folha de SP e Estadão. De fato, se apropriaram dos princípios que nortearam a imprensa nazista.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dennys Duncan

    ± 55 dias

    Disse o Diogo Schelp, como representante do Ministério da Verdade. A própria matéria que escreve, transcende o que é opinião, uma vez que usa falsas narrartivas para criar fatos, como ele mesmo prega, que são a mais pura essência do Fake News.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joao F

    ± 55 dias

    Jornalistas como este aqui são reacionários de um tempo que acabou. A informação agora é livre. Ninguém precisa de filtros de jornalistas de crachá.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eliane C

    ± 55 dias

    Quer dizer então que mesmo que a impresa oficial fizer fake news, ninguem pode dizer que é fake. Onde está a seriedade? Vocês são donos da verdade. Só vocês dizem a verdade.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    IvoHM

    ± 55 dias

    Diogo Schlep Schlep discorre sobre fake News produzidas no nazismo (mas Bolsonaro não é nazista, segundo ele), sobre Ruanda, sobre o carvalho a quatro. Só não mencionou nem uma sequer produzida pelo Allan dos Santos ou por qualquer outro blogueiro ou youtubber apoiador do Presidente Bolsonaro. Como está mais do que provado: para a extrema imprensa, O ÚNICO CRIME É SER APOIADOR DO BOZO. E quem fala Bozo, QUEIMA!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Francisco Pessoa de Queiroz

    ± 55 dias

    Voce combate as fakes com outra fake. Imprensa isenta sem distorcer fatos? "O que diferencia um veículo de comunicação sério de um perfil online ou site de fake news é a intenção ou não de produzir desinformação. O jornalismo profissional por vezes divulga informações equivocadas ou incompletas, mas elas não são intencionais e muito menos desejadas. Quando identificadas, são corrigidas. Já os sites ou perfis de fake news "erram" de propósito, criando conteúdos que parecem reais, mas embutem mentiras deliberadas." Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/diogo-schelp/poder-fake-news-secretismo-stf/ Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Hélio

    ± 55 dias

    Colunista, você afirma que o jornalismo da Globo e da Revista Veja " por vezes divulga informações equivocadas ou incompletas e muito menos desejadas. E quando são identificadas, são corrigidas." Não tenho motivos para duvidar de sua inteligência, mas por favor não nos chame de burros.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Hélio

    ± 55 dias

    Colunista, você afirma que o jornalismo da Globo e da Revista Veja " por vezes divulga informações equivocadas ou incompletas e muito menos desejadas. E quando são identificadas, são corrigidas." Por favor, não tenho motivos para duvidar de sua inteligência, mas por favor não nos chame de burros.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Felipe Derbocio Fabro

    ± 55 dias

    Kkkkk quando é jornalista não pode ser chamado de fale news, matéria ridícula e tendenciosa. Essa pessoa recebe por essas matérias?!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    Vitor Cruz

    ± 55 dias

    Quando a imprensa, de maneira geral, critica manifestações de direita (com ou sem razão, sem entrar no mérito) porque quebram o isolamento social, mas enaltecem manifestações de esquerda em prol da "democracia" esquecendo do isolamento social, isso é o que? Fake news? Erro justo? Dá pra dizer que a imprensa no Brasil não é tendenciosa? Por fim, a despeito do péssimo posicionamento do governo em relação à imprensa, você realmente não acha que a imprensa não ajuda a cavar o próprio buraco em que se encontra?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    Vitor Cruz

    ± 55 dias

    Quando um veículo de informação que costumeiramente recebia financiamento público, mas passou a receber menos, realiza matérias jornalísticas que mostra só um lado da moeda, com especialistas que defendem um lado da questão, ignorando controvérsias legítimas na sociedade, isso é fake news ou erro justo? Temos vários exemplos, como o do próprio inquérito do STF, que tem várias vozes especialistas (juízes, ex-minitros do STF, procuradores, advogados etc) que apoiam e criticam, mas quando o jornal mostra só um dos lados, isso é erro justo ou fake news?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fabiano L.

    ± 55 dias

    Meu Deus, Gazeta! Quando vocês vão aprender que militância não é jornalismo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Neves

    ± 55 dias

    Gazeta, fui!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    marcio

    ± 55 dias

    Esse sujeito é apenas mais um comunista destilando seu ódio por ter perdido as mamatas que os governos petistas lhe proporcionaram. A Gazeta, para supostamente manter a imparcialidade e um equilíbrio entre esquerda e direita, nos empurra esses produtores de asneiras. É o preço que pagamos para ter J.R.Guzzo, Guilherme Fiuza, Alexandre Garcia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Elias Quadros

    ± 55 dias

    Fake news enganaram os crentes (e outros que creditaram nelas) e elegeram asnos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fernando Antonio Roquette Reis Filho

    ± 55 dias

    A peróla do artigo é "a imprensa tradicional não era de propósito ou por viés ideológico".....só rindo Diogo. A FSP fez a maior fakenews de todas com aquela "reportagem" das......fakenews. Parece que a "jornalista" queria até dar o furo para um funcionário da empresa de comunicação, mas na CPI o rapaz passou a história a limpo e a imprensa correu em socorro da coitadinha. Omissão da imprensa também a fakenews. Vide ontem que os novos blackblocks foram chamados de democratas pela grande mídia. Quer mais viés ideológico que isso?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Alberto Bastos Meschede

    ± 55 dias

    Me responda por favor: ontem, com as câmeras da Globo news mostrando manifestantes vestidos de preto atirando pedras na polícia com a frase “MANIFESTAÇÃO A FAVOR DA DEMOCRACIA” , é uma informação verdadeira ou falsa?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    AGM

    ± 55 dias

    FSP e seus "jornalistas" distorcem e/ou realçam negativamente todas as notícias que envolvem o governo. Não dão trégua um minuto sequer....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSÉ IVALDO

    ± 55 dias

    A imprensa é um ator político e pode muito bem desinformar

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Lucio Araripe de Abreu e Lima

    ± 55 dias

    Nós que nos divertimos, fazendo nossos comentários, temos o direito de não receber o rótulo de idiotas. O articulista passa 90 % de seu comentário falando de Hitler e do genocídio de Ruanda. Depois, muito piamente, diz que essas condições estariam muito longe do Brasil. Mas primeiro, embasou o seu artigo fazendo a descrição do regime de Hitler e do genocídio de Ruanda. Não quero falar mal do jornalista mas tenho a impressão, tenho uma leve impressão, estou desconfiado que ele é contra o governo. É assim mesmo, a imprensa é livre. Pergunta: Já assinou um manifesto que circula por aí ?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 55 dias

    O imbe cil aí ignorante ignora a imprensa conservadora e chama de milícia digital. FAKE NEWS!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rogerio Barao

    ± 55 dias

    Diogo, o seu blá blá blá passa longe da questão crucial desse inquérito: onde o STF encontrou fundamento constitucional para ser o investigador, o acusador e, por fim, o julgador? Por certo que na constituição brasileira não foi. Então o que esses morcegos estão fazendo senão um atentado escancarado ao Estado Democrático de Direito? Vá se lascar com seu blá blá blá.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 55 dias

    Perguntaria ao nobre pseudo jornalista, se a Folha, Estadão, a Rede Lixo, etc, se fazem jornalismo mesmo ou se fazem perseguição? Resposta claríssima: se uniram para de modo vil e covarde tentar derrubar um presidente legitimamente eleito. Seria porque o governo cortou os bilhões da propaganda das estatais ? Seria porque o governo não dá mais o cala boca? Responde aí Schelp?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rosny Aryon Conrad

    ± 56 dias

    Falar da imprensa que ela fala a verdade me fez rir, a imprensa é a maior espalhadora de notícias falsas ou distorcidas e pior; intencionalmente!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 56 dias

    Cara, vc é a personificação da fake. Vai ser delinquente moral/intelectual. Fez um textão pra enrolar incautos. O STF virou uma ditadura de togados. Se não fosse contra o Bolsonaro esse inquérito estaria sendo execrado pela imprensa canalha. Mas como é contra o “bozó” tudo vale. Até mesmo ilegalidades que afrontam a Constituição. Schelp?, vc me dá asco.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pedro tenvia

    ± 56 dias

    De cara já se faz uma acusação "produtor de fake news"?, não seria o caso de demonstrar algum exemplo de noticia falsa?, porquê não dizer simplesmente "produtor de notícias falsas" mas usar de um idioma estrangeiro é covardia, pois torna a acusação vaga sem explicar o fato. Temos no Brasil os 247"s da vida, ali também tem notícias inverídicas aos montes, basta não acessar, mas parece que o Alan de fato está incomodando com seu terça livre, justamente por dizer palavras que incomodam.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rafael Lustosa

    ± 56 dias

    O autor parte da premissa falsa que os sites ditos "profissionais" erram somente por descuido ou coisa parecida. Isso sim é "fake news". Todos sabemos que a imprensa profissional brasileira, salvo raríssimas exceções, são partidárias. O que se deve criticar é viés de se investigar as fake news de um lado, sem investigar as fake news da imprensa profissional. No fim, é briga partidária e política. O jornalismo é praticamente inexistente neste contexto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.