i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Flavio Gordon

Foto de perfil de Flavio Gordon
Ver perfil

Sua arma contra a corrupção da inteligência. Coluna atualizada às quartas-feiras

Sentiu

  • Por Flavio Gordon
  • 08/01/2020 15:17
O humorista Ricky Gervais.
O humorista Ricky Gervais.| Foto: NBC/Divulgação

“Down goes Frey-sha, down goes Frey-sha, down goes Frey-sha”

(Howard Cassel, locutor de Foreman vs. Frazier, em célebre narração do primeiro knockdown da luta)

– Galvão?
– Diga, Tino.
– Sentiu.

Se você, leitor, costuma assistir ao futebol na Rede Globo, é bem provável que já tenha topado com o diálogo acima. Sua ocorrência remete às ocasiões em que, durante as transmissões, o ex-repórter de campo Tino Marcos queria informar ao locutor Galvão Bueno sobre a contusão de um jogador.

Na bem-humorada cultura internética brasileira, o diálogo virou metáfora para o ato de acusar o golpe em tretas de rede social. Quando, no decorrer de um debate, uma das partes deixa transparecer raiva, diz-se que ela “sentiu” – à maneira do jogador contundido de que falava o repórter.

Diante do discurso de Gervais, a nossa classe jornalística sentiu e acusou o golpe

Usar “acusar o golpe”, aliás, é explicar uma metáfora esportiva por outra. Notadamente associada ao boxe, essa segunda expressão descreve a manifestação involuntária de dor ou atordoamento de um pugilista atingido por golpe do adversário. Para o leitor não familiarizado com o pugilismo, recomenda-se ver no YouTube, por exemplo, as imagens da luta clássica de 1973 entre Joe Frazier e George Foreman, em que o semblante do primeiro traduz o sentido literal de “acusar o golpe”.

Introduzo essas referências desportivas para falar da reação de parte da nossa imprensa ao acontecimento da semana: o monólogo iconoclasta e politicamente incorreto do humorista Ricky Gervais na abertura do Globo de Ouro 2020. Quanto a isso, não resta dúvida de que, por partilhar da visão de mundo ali ridicularizada – que, em artigo recente para esta Gazeta do Povo, Jones Rossi descreveu como “cultura woke” –, a nossa classe jornalística sentiu e acusou o golpe.

Na seção de cultura do Estadão, um tal de Guilherme Sobota publicou matéria intitulada “Globo de Ouro 2020: Ricky Gervais fez fraco discurso de abertura”, em cujo último parágrafo se lê: “Em geral, o discurso foi fraco, mas Gervais disse mais de uma vez que não se importava com aquilo tudo e que definitivamente seria sua última vez. A essa altura, ainda bem”.

Estamos diante de um sintoma característico da corrupção contemporânea da linguagem, que, no ambiente midiático, já não serve para se referir à realidade exterior, mas para exprimir os estados subjetivos dos jornalistas. No caso em questão, o autor da matéria demonstra certa dificuldade com o sentido da palavra “fraco”. Porque, mesmo no caso de quem o detestou, o monólogo de Gervais poderia ser descrito por um sem-número de adjetivos ao gosto do freguês: “perverso”, “vil”, “agressivo”, “nojento” etc. A julgar pelas reações apaixonadas que gerou, todavia, “fraco” é tudo o que ele não foi.

Goste-se ou não da fala do humorista britânico, deve-se reconhecê-la como um gancho certeiro no queixo do politicamente correto. Ao ignorar esse dado da realidade, o jornalista dá a impressão de que, ferido em seu próprio conjunto de valores, teve um impulso incontrolável de espernear. Comprometido, todavia, com o fetiche da “isenção” que hoje domina as redações de jornal (e que, nesse ambiente, tende a ser mais valorizado que predicados como autenticidade e honestidade), terminou a duras penas se saindo com esse “fraco” – espécie de muxoxo ressentido usurpando o lugar que, por direito, deveria ser o de um palavrão ou um urro de dor. Enfim, sentiu.

Na Folha de S.Paulo, Ricky Gervais foi criticado por um sujeito de nome Tony Goes, que repudiou a “agressividade” e “falta de graça” do comediante. A exemplo do colega do Estadão, Goes confessou alívio com a certeza de que, nos próximos eventos cinematográficos do ano, o bárbaro não estaria presente para escandalizar a pequena e aconchegante província dos progressistas politicamente corretos. “Ainda veremos várias vezes quase todos os presenteados do Globo de Ouro nos próximos dias” – escreveu o suscetível jornalista. “Domingo que vem (13) acontece a entrega dos Critic’s Choice Awards; mais para o fim de janeiro, é a vez dos prêmios do SAG, o sindicato dos atores. A culminação é no dia 9 de fevereiro, com o Oscar. Felizmente, Ricky Gervais não estará em nenhuma dessas festas”. É. Parece que sentiu.

Os responsáveis pelas matérias jamais pretenderam noticiar críticas ao humorista. Pretenderam, isso sim, suscitá-las

Como não podia ficar de fora do festival progressista de lamúrias, o portal G1, das Organizações Globo, também dedicou uma matéria ao caso. Matéria, aliás, cujo conteúdo não tem relevância alguma, pois que mero pretexto para a existência da manchete – “Ricky Gervais causa polêmica no Globo de Ouro com piadas sobre pedófilos, Estado Islâmico e Yoda” – e do lead: “Ele foi criticado por ser ofensivo em seu monólogo de abertura na premiação”.

Sobre o recurso à “polêmica”, não há muito o que dizer. A essa altura, todo mundo já sabe que os nossos jornalistas empregam a palavra invariavelmente para se referir a opiniões e pessoas que os desagradam, e contra as quais, portanto, desejam prevenir o leitor. Nesse sentido, verdades óbvias e de senso comum (tal como a de que um homem vestido de mulher não é uma mulher de verdade) tornam-se “polêmicas” logo que proferidas.

O interessante mesmo está no lead: “Ele foi criticado”. Eis aí a técnica de manipulação jornalística – uma espécie de “pickpocket” linguístico – que costumo chamar de intransitividade maliciosa. O texto não diz por quem Gervais foi criticado. E não há qualquer referência aos inúmeros elogios recebidos, que poderiam perfeitamente justificar uma redação no sentido oposto: “Ele foi elogiado”. O redator escreve como quem reportasse um fato objetivo da natureza, quase um fenômeno meteorológico. “Foi criticado” tem aí o mesmo sentido de “Chove!” ou “Faz sol!” – constatação universal diante da qual, ao leitor, não restaria alternativa senão a de se curvar. Conclui-se que os responsáveis pela matéria jamais pretenderam noticiar críticas ao humorista. Pretenderam, isso sim, suscitá-las.

Em suma: sentiram.

29 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 29 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • T

    TITO LIVIO SOUSA DANTAS

    ± 9 dias

    Sentiram mesmo, e como dizemos aqui no Piauí, “foi bem na mulera”.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LIVIO MOZARTH MENDES MARCAL

    ± 13 dias

    Esse texto foi, nas palavras mais amadas pelos estagiários do portal Globo, polêmico e bizarro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    NEREU MIGUEL RIBEIRO DOMINGUES

    ± 13 dias

    Como SEMPRE, texto excepcional!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ABNER SANTOS

    ± 13 dias

    Que texto meu amigo, de uma lucidez impressionante, parabéns! Este sintetiza em grande parte o que acontece no meio jornalístico, grande parte, infelizmente. Quero mais que jornalistas mentirosos e promovedores de mentiras e opiniões furadas sintam, sintam o golpe das pessoas ignorando seus delírios e devaneios. Mais uma vez, parabéns!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luca Brasi

    ± 13 dias

    O Gervais foi ótimo com as piadas. Quanto aos pseudo-jornalistas, que sentiram-se ofendidos, vão carpir um lote, hahahahaha!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • F

      Fritzen

      ± 13 dias

      No interior se diz carpir mesmo... hehehehe

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • F

      Freitas

      ± 13 dias

      Capinar...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 13 dias

    sentiu....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz

    ± 13 dias

    Parabéns - por mais uma vez desmascarar os progressistas hipócritas do jornalismo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MATHEUS IGLESIAS GAZZOLA

    ± 13 dias

    Sensacional!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Noel

    ± 13 dias

    Você foi simplesmente cirúrgico, Flávio! Obrigado!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JCouto

    ± 13 dias

    Se tem uma classe de profissionais que mais sucumbiu e se submeteu ao julgo do politicamente correto foi a classe jornalística. Lamentável.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Edson - Sítio Cercado

    ± 13 dias

    Pelo fim do politicamente correto e da grande dominância da esquerdalha no jornalismo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joviana Cavaliere Lorentz

    ± 13 dias

    Esperando em Deus o dia em que além de sentirem o tranco os jornalistas destravem a conexão entre seus tico e teco para se curvarem a realidade dos fatos. Gente cansativa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joviana Cavaliere Lorentz

    ± 13 dias

    Discordo da conclusão de que apenas o jornalista “sentiu”. Sentiu e revidou dedicando qualidade entediante ao discurso para afastar a curiosidade de quem não viu. Não se iluda. Termo tecnicamente usado para “neutralizar” o nocaute (que se aproxima).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 13 dias

    Boa Gordon, e como sentiram, hein? A canalha progressista que infesta as redações tentaram - como vc bem alerta - usar a técnica da manipulação jornalistica -mas o óbvio sempre se impõe. Pelo menos para quem tem neurônios, né? Será que a esquerdalha da Globo News, Folha, etc, etc, VESTIU A CARAPUÇA? Como dizia o saudoso Ibrahin Sued: Os cães ladram e a carava passa, hein?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    Viralatas

    ± 13 dias

    Na mosca, Flavio. Se mais alguns corajosos conseguirem repetir o feito de Gervais, aproveitarem um oportuno holofote para expor a hipocrisia da Hollywood ultralacradora da última década, talvez possamos ter a esperança de ver a maré de lixo virar para o lado dos que a produziram.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    Viralatas

    ± 13 dias

    Na mosca, Flavio. Se mais alguns corajosos conseguirem repetir o feito de Gervais, aproveitarem um oportuno holofote para expor a hipocrisia da Hollywood ultralacradora da última década, talvez possamos ter a esperança de ver a maré de lixo virar para o lado dos que a produziram.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sérgio Guerra

    ± 13 dias

    Flávio, suas críticas são contundentes sem perder a ternura jamais. Vc fez um relato do mundo atual midiático e tendencioso cuja função jornalística nada mais é do que defesa da suas geladeiras cheias. Tendenciosos. Congratulações

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carla

    ± 13 dias

    Flávio Gordon é um mar de inteligência no jornalismo nacional!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Bruno Sampaio de Souza rezende

    ± 13 dias

    Ele foi criticado por "segundo leitor", o principal comentarista da Folha e do Estadão. Bravo! Grande texto, como sempre!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    André PC

    ± 13 dias

    Há luz no fim do túnel.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo de Mello Araujo

    ± 13 dias

    Preciso como sempre, Flávio.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    marcio

    ± 13 dias

    Bem no alvo! Igual o míssil que liquidou o terrorista iraniano.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Daniel

    ± 13 dias

    Como de costume, o colunista mandou bem na análise.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    DENISSON HONORIO DA SILVA

    ± 13 dias

    Prestei atenção em alguns jornais tantos estrangeiros quanto brasileiros e foi bem isso que aconteceu. Ficaram desnorteados em ver alguém do mainstream tecer criticar tão ácidas. Desmacarou, não artistas, mas também ativistas das mais variadas esferas. O combate ao desmatamento na Amazonia, causas feministas, cotas sociais, desarmamento, etc.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberto Garcia

    ± 13 dias

    Foi um porrete bem no meio da cabeça. Acertou em cheio, sem escapatória.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zzz

    ± 13 dias

    Um grito, finalmente!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MORALES

    ± 13 dias

    Gervais expôs o ridículo da hipocrisia dos artista de Hollywwod de forma impiedosa. Estavam desprevenidos e fora da bolha. Entretanto, sem nenhuma intenção, acabou expondo também a militância e o desprezo que a grande imprensa tem pelo seu leitor tentando tratorar dia e noite os fatos em detrimento de seu discurso. Como disse o próprio Gervais:" vamos rir às suas custas. Calem a boca. Vocês não sabem nada do mundo real."

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.