Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Margherita originale, mais napolitana impossível. Uma das pizzas mais pedidas do Armazém Colônia.
Margherita originale, mais napolitana impossível. Uma das pizzas mais pedidas do Armazém Colônia.| Foto: Simone Meirelles

O primeiro contato que tive com o Armazém Colônia foi quando descobri que faziam panuozzo. Estávamos em pleno período de fechamento total, por conta da pandemia, e não tive dúvida em pedir o meu.

Isso porque o panuozzo (fala-se panútzos) é muito comum nas esquinas de Nápoles e me lembrei de pronto de quando estive por lá, trabalhando na cobertura da Copa do Mundo da Itália. E foi justamente naquele dia do jogo entre Itália e Argentina, que a Argentina se classificou nos pênaltis e contou com toda a torcida napolitana – afinal de contas, Maradona, o craque argentino, era o maior ídolo do Napoli.

Provei alguns e me deliciei. É como uma pizza, mas com o formato de um pão recheado. E os recheios podem ser os mesmos das coberturas das pizzas. Quando tive a chance de pedir aqui, pedi (confira aqui). Gostei, mas senti que não era a mesma coisa na comparação com aquele saído do forno na hora.

Semanas mais tarde pedi a pizza, estilo napolitano, que preenche todo o cardápio da casa. Veio o delivery, estava gostoso, mas também não era a pizza de boca de forno. Nesse meio tempo e alguns pedidos, conheci o Mauro Sfair, o proprietário da casa – jornalista como o pai, Emir Sfair, de quem me lembro como proprietário de jornal e também como jurado do programa Mário Vendramel.

Mauro, com boa rodagem em restaurantes, é um perito no estilo napolitano de pizzas e panuozzos. Aprendeu sobre as pizzas de Nápoles com um dos pizzaiolos mais famosos do mundo, Jaqueson Dischoff, que lhe apresentou a longa fermentação natural e seus benefícios para a saúde, sabores, digestibilidade e muitos segredos para se fazer a verdadeira pizza napolitana. Foi pouco antes da pandemia. Voltou para cá e decidiu aplicar todo esse conhecimento.

Quando comentei que faltava alguma coisa, de pronto me respondeu: a boca do forno, lembrando que nada é tão especial quanto uma pizza recém-saída do forno. Isso mesmo, dei razão a ele, que me contou estar de mudança para uma casa maior, onde o Armazém Colônia passaria a funcionar dali uns dias.

E a hora finalmente chegou. O restaurante se mudou para 100 metros de distância do antigo local. E oferece espaço externo, num jardim, onde foram plantados muitos pés de uva e outras frutas, temperos, cheiros e sabores napolitanos. Embora ainda esteja em construção, já dá para aproveitar e sentir como ele ficará em breve.

O espaço externo do Armazém Colônia também está aberto aos clientes.
O espaço externo do Armazém Colônia também está aberto aos clientes. | Foto: Divulgação

Sim, eu sei, tanto quanto os demais curitibanos: é frio aqui, muito frio nesses dias de inverno. Mas tudo foi preparado para impedir qualquer desconforto. O amplo jardim tem mesas com ombrelones e também uma área coberta. Tudo bem arejado e com aquecedores para os dias mais frios. Assim, os clientes podem desde já aproveitar o espaço para degustar uma clássica pizza napolitana, acompanhada de seu vinho ou cerveja preferidos.

Claro que a pizzaria tem também um espaço interno, com lugar para cerca de 30 pessoas, de onde se pode acompanhar o preparo das pizzas e panuozzos. E tem muita gente que aprecia acompanhar todas as etapas da elaboração – que, aliás, é sempre muito rápida, com a temperatura altíssima que o forno proporciona.

As napolitanas

Pizza de rúcula com Parma e muçarela de búfala, outra das campeãs de pedidos.
Pizza de rúcula com Parma e muçarela de búfala, outra das campeãs de pedidos. | Foto: Divulgação

As pizzas do Armazém Colônia seguem a receita tradicional napolitana. A massa, de fermentação longa, leva apenas quatro ingredientes: farinha 00, água mineral, sal marinho e levain (fermento natural), sendo de fácil digestão.

De entrada dá para pedir as rotollinas – pequenas pizzas enroladinhas recheadas – ou crostinis.

Rotollinas, simpáticas, bonitas e saborosas. Ótima pedida para entradas.
Rotollinas, simpáticas, bonitas e saborosas. Ótima pedida para entradas. | Foto: Simone Meirelles

Do cardápio da casa, as pizzas mais pedidas são a Margherita originale  (molho de tomate, muçarela de búfala, parmesão, manjericão e azeite de oliva);  Rúcula com Parma (molho de tomate, rúcula, presunto de Parma, muçarela de búfala, parmesão, azeite de oliva e raspas de limão siciliano) e a Pizza da casa (molho de tomate, muçarela, abobrinha, tomate em rodelas, linguiça Blumenau, provolone, azeite de oliva e orégano).

Há diversos outros sabores, incluindo opções versões vegetarianas e veganas. Os preços das pizzas variam de R$ 33,90 a R$ 59,90, para porções individuais. Tamanho família, de R$ 69,90 a R$ 115,90.

Já os panuozzos também oferecem distintas opções de recheios, como de Pepperoni (molho, muçarela, parmesão e pepperoni), Zucchine (molho, muçarela, gorgonzola, abobrinha, alho-poró e tomate-cereja), Quatro queijos com Blumenau (muçarela, parmesão, provolone, gorgonzola e linguiça Blumenau) e nas versões doces, Nutella com morango e Banana com doce de leite. Os preços variam de R$ 22 a R$ 30.

O salão interno do Armazém Colônia tem espaço para 30 pessoas, já respeitados os protocolos da pandemia.
O salão interno do Armazém Colônia tem espaço para 30 pessoas, já respeitados os protocolos da pandemia. | Foto: Simone Meirelles

Vantagem dos vacinados

E tem mais uma novidade.

O Armazém Colônia está dando até 20% de desconto aos seus clientes que estiverem imunizados contra a Covid-19. Se a pessoa tomou as duas doses da vacina, o desconto é de 20% e, se tomou só uma dose, é de 10%.

A ideia, segundo Mauro Sfair, que também já tomou a vacina, é ajudar a espalhar a notícia, “que muitos ainda teimam em acreditar, de que o mundo só voltará ao normal após estarmos todos imunizados”.

A promoção vale para todas as pessoas que consumirem na casa e é de caráter individual.

A fachada da nova casa do Armazém Colônia, a 100 metros de distância do local anterior.
A fachada da nova casa do Armazém Colônia, a 100 metros de distância do local anterior. | Foto: Divulgação

Armazém Colônia Forneria & Pizzaria

Avenida Vicente Machado, 984 – Centro

Delivery: Rappi, iFood, James, Ubereats, 99food

Pedidos diretos: (41) 3024 3737 e 3024 3631

Instagram: @armazem.colonia

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]