i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Panela do Anacreon

Foto de perfil de Panela do Anacreon
Ver perfil

Novidades gastronômicas em Curitiba e receitas

Começa dia 14

Parmegiana ganha festival com direito a cinco sabores na Cantina do Délio

  • Anacreon de TéosPor Anacreon de Téos
  • 09/09/2020 18:14
Filé à parmegiana com talharim na manteiga de sálvia da Cantina do Délio – estrela do Festival de Parmegiana que começa na próxima segunda-feira.
Filé à parmegiana com talharim na manteiga de sálvia da Cantina do Délio – estrela do Festival de Parmegiana que começa na próxima segunda-feira.| Foto: Gean Cavalheiro

Não há quem não goste de Parmegiana. Dos pratos brasileiros é, certamente, um dos preferidos da grande maioria.

Prato brasileiro, sim, pois, ao contrário do que se poderia supor, foi criado em São Paulo, apesar de sua denominação vir de “parmigiana”, ou seja, à moda de Parma, comuna italiana e cidade medieval da região da Emília-Romagna. Segundo o jornalista e expert Dias Lopes (editor de tantas revistas de gastronomia e hoje colunista de Veja), o icônico prato “surgiu na cidade de São Paulo. O primeiro restaurante a prepará-lo teria sido a extinta Cantina 1060 (referência ao número da casa), na Avenida Rangel Pestana, bairro do Brás. ‘Se não foi a pioneira, pelo menos popularizou o prato’, assegura Massimo Ferrari, o experiente e respeitado restaurateur de São Paulo” – escreve Dias Lopes.

O bife à parmegiana, portanto, é um legítimo exemplar da cozinha ítalo-paulistana, da qual fazem parte várias receitas de enorme prestígio popular, como o Polpettone empanado e frito, o Spaghetti à bolonhesa, a Sardella, o Cappelletti à romanesca e a Pizza à portuguesa.

Em Curitiba, a Cantina do Délio é uma das mais expressivas referências na cozinha italiana. “Cucina casalinga”, como eles mesmos se definem, levando para a comida caseira daquele país. Que tem, sim, o processo da “parmigiana”, só que com fatias de berinjela, primeiramente fritas e depois assadas com o molho e o queijo.

Mas como a parmegiana está incorporada ao viés dos sabores ítalo-brasileiros, ganha espaço mais do que especial na cantina. Tanto que será protagonista de um festival que se anuncia para começar na semana que vem. O Festival da Parmegiana da Cantina do Délio terá cinco versões de parmegiana, com valores que vão variar de R$ 49 a R$ 119. O festival começa na próxima segunda-feira (14), vai até o dia 14 de outubro e marca também o lançamento do aplicativo de delivery próprio da Cantina, com direito a desconto de 10% nos pedidos do festival.

Entre as opções, o que muda é o tipo de empanado. Os curitibanos certamente terão uma preferência pela versão preparada com mignon, sempre a mais pedida do restaurante, mas, para quem quiser variar, é possível escolher entre filé de frango, tilápia, bisteca de porco e, claro, até berinjela – a tal “parmegiana italiana original”.

Os pratos são acompanhados de talharim na manteiga de sálvia e podem ser preparados em versões para uma ou duas pessoas. Os interessados terão três opções de aproveitar o festival: pedir pelo aplicativo de delivery próprio, com direito a desconto de 10% no pedido, que pode ser acessado através do site oficial da Cantina (clique aqui); retirando no balcão, mediante pedido antecipado pelo telefone (41) 3078-0010 e no próprio aplicativo. E também é possível consumir no restaurante - localizado na Rua Itupava, 1094 - que está respeitando e cumprindo as regras sanitárias vigentes.

Seja qual for a versão, o prato é preparado no restaurante de forma caseira, “casalinga”. Por semana são produzidos cerca de 200 quilos desse molho. Os tomates rasteiros são assados com alho e manjericão e depois batidos no liquidificador, o que garante um molho mais adocicado e menos ácido. Já o talharim é produzido diariamente na cozinha da cantina e utiliza apenas farinha de trigo, de sêmola e ovos caipiras orgânicos.

E aí? Qual a sua versão favorita?

Festival da Parmegiana da Cantina do Délio

Opções e valores (para uma ou duas pessoas):

Frango (R$49/R$72), tilápia (R$72/R$119), porco (R$49/R$72), berinjela (R$49/72) e mignon (R$72/R$119).

Torta Banoffi, uma das tortas do festival da Banoffi, que também começa segunda.
Torta Banoffi, uma das tortas do festival da Banoffi, que também começa segunda. | Foto: Divulgação

Festival de Tortas da Banoffi

Também a Banoffi, tradicional confeitaria curitibana, que funciona junto da Cantina do Délio, está anunciando seu próprio festival, com os mesmos caminhos. O Festival de Tortas da Banoffi, que já fez sucesso em versão anterior, também será relançado a partir da próxima segunda-feira.

Comandada pelas chefs Renatta Ferian e Gabriela Paludo, a confeitaria está preparando seis sabores de torta: amendoim, morango, Nutella, brigadeiro, abacaxi com coco e, claro, a tradicional, Banoffi, que dá nome à casa e chegou a Curitiba trazida por Renatta, há 18 anos.

O festival terá as mesmas datas da cantina e também marca o lançamento oficial do aplicativo próprio de delivery da Banoffi, com direito a desconto de 10% no pedido para quem fizer pedido pelo app, que pode ser acessado através do site oficial da doceria (clique aqui). Além disso, também será possível retirar o doce no balcão da confeitaria ou consumir no local, no mesmo endereço (sempre respeitando as regras sanitárias vigentes). O valor da fatia é R$ 14 e da torta inteira é R$ 105.

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.