Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Centro de Distribuição da Amazon de Cajamar (SP)
Centro de Distribuição da Amazon de Cajamar (SP)| Foto: Divulgação Amazon Brasil

Os varejistas do Paraná terão mais espaço nas vendas da gigante mundial de vendas on-line Amazon. A multinacional anunciou para junho a inclusão dos vendedores parceiros do estado em dois programas no plano de expansão de vendas no Brasil: o FBA - Logística da Amazon e o Delivery by Amazon.

SIGAS NOTÍCIAS DE NEGÓCIOS NO ESTADO PELO LINKEDIN DA PARANÁ S/A

A Amazon também vai disponibilizar o canal de Vendas Internacionais para todos os parceiros no país, além de recompensa para quem indicar outros vendedores na ação Indique e Ganhe. Confira abaixo as novidades da Amazon Brasil para os vendedores parceiros do Paraná e em outros estados:

FBA - Logística da Amazon

A primeira expansão em que os vendedores parceiros do estado serão incluídos é a FBA - Logística da Amazon, que até então era restrito a São Paulo. Além do Paraná, o Rio de Janeiro também será incluído na operação conhecida em outros países por Fullfilment by Amazon.

No FBA, a Amazon é responsável pelo armazenamento, empacotamento e envio do produto, além do atendimento ao cliente. Os produtos comercializados pelo programa são automaticamente elegíveis a frete rápido e gratuito para clientes assinantes do Amazom Prime sem valor mínimo de compra.

Os clientes que não são membros do Amazom Prime têm direito a frete grátis para compras acima de R$ 99 em livros e acima de R$ 149 nos produtos estocados no centro de distribuição da Amazon.

Podem aderir ao FBA - Logística Amazon pequenos e médios negócios que atuam no regime tributário Simples Nacional. Os comerciantes podem agendar de forma automatizada a coleta do produto ou enviar o estoque ao Centro de Distribuição da Amazon de Cajamar (SP). A operação da Amazon no país tem 12 centros de distribuição e cinco estações de entrega distribuídos em sete estados.

“Com o FBA, o vendedor parceiro não tem preocupação e gasto com armazenamento, empacotamento e suporte pós-venda, podendo focar em áreas-chave de seus negócios”, afirma Ricardo Garrido, diretor da Loja de Vendedores Parceiros da Amazon Brasil em nota encaminhada à coluna Paraná S/A.  

Delivery by Amazon

Os vendedores parceiros no Paraná também poderão participar a partir de junho do Delivery by Amazon (DBA), que até então também era restrito no país a São Paulo. Com a expansão, o sistema de entregas passa a operar em mil cidades. Além do Paraná, São Paulo e Distrito Federal, o programa também vai operar nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco, Espírito Santo, Ceará, Bahia e Mato Grosso.

Pelo DBA, os vendedores parceiros aderem a uma rede de provedores de serviços logísticos parceiros da Amazon. Essa estrutura se encarrega da coleta no endereço escolhido pelo vendedor com o benefício de tarifas mais baixas e entrega rápida. O consumidor ainda conta com rastreamento 100% do produto adquirido até a entrega. Outra vantagem é de que compras acima de R$ 79 têm frete grátis.

"O registro é fácil e rápido: com poucos cliques, os vendedores  contam com o serviço, aumentando a atratividade de suas ofertas e sem a necessidade de configuração de tabelas de frete", ressalta Garrido. Os vendedores interessados têm acesso a mais informações sobre o Delivery by Amazon pelo link do programa no site da Amazon.

Vendas internacionais

Também a partir de junho todos os vendedores parceiros da Amazon terão acesso às vendas internacionais. Até então, o programa era limitado no Brasil a parceiros convidados pela própria multinacional. Agora, todos os vendedores que atenderem aos critérios da Amazon de vendas para o exterior poderão participar.

Os vendedores membros do Vendas Internacionais contam com a infraestrutura de logística da Amazon nos Estados Unidos para armazenar e entregar os produtos em outros países, além de auxílio em todas as etapas da venda e do frete. Há também apoio nas ferramentas de vendas e na divulgação dos produtos.

Entre as empresas brasileiras que já utilizam o programa estão a fabricante de cosméticos Natura e a empresa mineira de cafés especiais Coffe++. A adesão ao Vendas Internacionais é feita pelo link do programa no site da Amazon.

Indique e Ganhe

Outra novidade da Amazon para os vendedores parceiros é a ação Indique e Ganhe, que faz parte do Programa de Recompensas do Vendedor. Pela nova estratégia, quem já vende pela Amazon poderá ser recompensado em até R$ 200 ao indicar outro vendedor para abrir uma loja no site da multinacional. Já o empreendedor que entrar na Amazon por indicação vai receber até R$ 100 como incentivo.

O vendedor que indicar outro estará automaticamente elegível para ganhar R$ 120, enquanto que o vendedor indicado estará elegível para ganhar R$50. Se em 90 dias o vendedor indicado vender pelo menos R$ 500 no site da Amazon, ganhará mais R$ 50, totalizando R$ 100, e o vendedor que o indicou ganhará mais R$ 80, totalizando R$ 200. Para mais informações, acesse o link do programa Recompensa do Vendedor da Amazon. 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]