Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Frigorífico de Ibiporã  começa a exportar carne suína para Singapura.
Frigorífico de Ibiporã começa a exportar carne suína para Singapura.| Foto: Divulgação/RPF Group

O RPF Group, dono da marca Rainha Alimentos e quarto maior produtor de proteína suína do Paraná, está embarcando sua primeira carga para Singapura, na Ásia. A exportação está sendo feita por meio da unidade de Ibiporã, no norte do estado. São 28 toneladas de costela suína, com corte selecionado. O frigorífico foi autorizado a exportar após criterioso processo de habilitação.

Receba as principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

“O envio deste primeiro contêiner é muito significativo para a empresa. Representa a chave de uma nova porta que se abre para a RPF e que traz junto a possibilidade de novas expansões nas exportações”, afirma Marcos Pezzutti, gerente comercial do grupo.

Com a entrada em Singapura e o potencial de mercado que isso traz, a expectativa do grupo é alcançar um crescimento de 10% em volume nas exportações neste ano.

Segundo o grupo, a exportação é estratégica e compensa a instabilidade no mercado interno, no cenário atual.  “O mercado interno vem sofrendo um pouco com as grandes altas de milho, soja e combustíveis. Porém, a exportação continua favorável, equilibrando assim as demandas”, explica Pezzutti.

Neste ano de 2022, o RPF Group já contabiliza um aumento de 6% nas vendas gerais em relação ao mesmo período do ano passado, mas o mercado apresenta valores por quilo menores que 2021. A empresa estima, no entanto, que o ajuste de preço x quilo deve acontecer em breve.

Oito meses para a habilitação para exportar para Singapura

O processo de habilitação do RPF Group para a exportação ao país asiático levou oito meses. Foi o tempo necessário para as aprovações junto aos ministérios da Agricultura do Brasil e de Singapura. Apesar das exigências estabelecidas pelas autoridades sanitárias de Singapura para importação de proteínas, a RPF não precisou realizar qualquer adequação, uma vez que já atendia a todos os protocolos.

O grupo já exporta para o Leste Europeu, Argentina, Uruguai e África do Sul. As unidades frigoríficas ficam em Ibiporã (norte) e Bocaiúva do Sul (região metropolitana de Curitiba). O abate atual é de 3.100 cabeças por dia. Para o segundo semestre será ampliado para 5.100 cabeças/dia. Do total produzido, 30% têm como destino o mercado externo. A criação de suínos está concentrada na região de Toledo, oeste do estado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]