Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Levo Alimentos
| Foto: ReAll Image Studio - Brasil

A empresa Levo Alimentos investiu mais de R$250 mi e acaba de inaugurar um frigorífico de frangos e um incubatório de ovos, considerado o maior do Brasil. As duas empresas estão em Iporã, no Noroeste do Paraná. Os novos empreendimentos devem gerar mais de 1.500 postos de trabalho.

Siga as últimas notícias de negócios no estado pelo Linkedin da Paraná S/A

Entre salários de funcionários e pagamento a produtores, a Levo Alimentos vai injetar R$ 123 milhões por ano em Iporã e municípios vizinhos, nesta primeira etapa. Serão mais de R$ 10,3 milhões por mês circulando na economia regional. “Comemoramos a inauguração de um empreendimento de estrutura forte, competitivo e que, sem sombra de dúvidas, trará benefícios para Iporã e região, com postos de trabalho, geração de recursos por meio de tributos e desenvolvimento para o Noroeste do Paraná”, explica o presidente da Levo Alimentos e do Grupo Pluma, Lauri Paludo.

Incubatório recebeu investimentos de R$ 76 mi

No incubatório, que é considerado o maior do País, foram investidos em torno de R$76 milhões. A área tem 10 mil metros quadrados. Para este ano, a meta é atingir a incubação de 10,5 milhões de ovos por mês. Mais de 20 granjas irão produzir ovos férteis, para atender à demanda do local. Para o secretário de Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara, receber um investimento desta dimensão, por uma cooperativa e por uma empresa privada, é um impulso fantástico para a geração de riquezas.

Levo Alimentos
Maior incubatório de ovos do País e frigorífico de frangos foram inaugurados em Iporã, no Noroeste do Paraná. | ReAll Image Studio - Brasil

Frigorífico da Levo Alimentos recebeu investimentos de R$ 180 mi

Já o frigorífico tem 21 mil metros quadrados e teve investimentos de cerca de R$ 180 milhões. A estrutura moderna, com equipamentos de alta tecnologia, vai permitir o abate de 40 a 60 mil frangos/dia. A expectativa é atingir 90 mil aves/dia até outubro deste ano. A unidade industrial tem capacidade para abater 200 mil aves/dia, o que deve acontecer em 2023. Cerca de 230 aviários irão fornecer as aves ao frigorífico. A produção atenderá os mercados interno e externo.  “A avicultura vai representar o início de uma nova era para essa região. Estamos trazendo um bom problema para o Noroeste do Paraná: mais empregos do que pessoas disponíveis para trabalhar”, enfatizou o vice-presidente da Levo e presidente da C.Vale, Alfredo Lang.  

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]