Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Complexo industrial da Renault em Sao José dos Pinhais.
Complexo industrial da Renault em Sao José dos Pinhais.| Foto: Rodolfo Bührer / Renault

A Renault confirmou nesta quinta-feira (30) investimento de R$ 2 bilhões para ampliar a produção de carros no Complexo Industrial Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O anúncio foi feito em visita de executivos da multinacional francesa ao governador Carlos Massa Ratinho Jr com a presença da prefeita Nina Singer no Palácio Iguaçu.

Siga as últimas notícias de negócios no estado pelo Linkedin da Paraná

O valor já havia sido anunciado em março pela montadora francesa. O montante será aplicado na instalação na nova plataforma de produção CMF-B, além da fabricação de um novo modelo SUV e um novo motor 1.0.

“Estamos trazendo para o Brasil o que há de mais moderno dentro do grupo Renault. É uma plataforma moderna que permite eletrificação dos veículos no futuro, com a introdução de motores híbridos”, disse o presidente da Renault América Latina, Luiz Fernando Pedrucci, ao site do governo do Paraná.

Carros dos segmentos mais altos

O investimento bilionário integra o plano Renaulution de a montadora brigar pelo mercado da América Latina com novos produtos mais modernos nos próximos anos. "Nosso objetivo é oferecer novos produtos nos segmentos mais altos do mercado, coerente com o plano estratégico Renaulution”, explica Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil, no site da montadora.

A previsão é de que o novo SUV que será produzido em São José dos Pinhais seja incorporado ao portfólio da Renault até o fim de 2023. O novo modelo será montado na plataforma CMF-B, que também permitirá a fabricação de outros novos produtos da montadora. A plataforma também vai permitir a eletrificação dos carros produzidos no Paraná

Os R$ 2 bilhões anunciados nesta quinta-feira vem após a Renault anunciar em 2021 outro aporte bilionário na planta paranaense. Naquele momento, a montadora destinou R$ 1,1 bilhão para o lançamento do Zoe E-Tech 100% elétrico e do Captur com o novo motor turbo TCe 1.3 Flex. Também entraram nessa conta a linha 2023 dos modelos  Kwid, Master, Duster e Oroch, além da pré-venda do Kwid E-Tech 100% elétrico.

Terceiro investimento da semana na indústria automobilística

Esse é o terceiro investimento da indústria automobilística paranaense anunciado nessa semana. Um dia antes, a montadora alemã Audi confirmou aporte de R$ 100 milhões na retomada da fábrica também em São José dos Pinhais, cuja produção ficou parada por dois anos.

Poucas horas antes do anúncio da Renault nesta quinta, a montadora sueca Volvo anunciou investimento de R$ 881 milhões para pesquisa de motores elétricos e na atualização da linha de produção na fábrica de caminhões e ônibus da Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]