Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Plenário da Câmara durante sessão de votações.
Plenário da Câmara durante sessão de votações.| Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Assim como na votação em primeiro turno, a bancada paranaense foi amplamente favorável à PEC dos Precatórios na segunda votação, realizada na noite desta terça-feira (09) no plenário da Câmara dos Deputados. E a vitória da PEC (que foi aprovada por 323 votos a favor e 172 contrários) dentro da bancada paranaense foi ainda maior nesta segunda votação.

Garanta as principais notícias do PR em seu celular

Se, no último dia 04, 21 deputados votaram a favor de adiar o pagamento de parte dos precatórios para abrir espaço ao Auxílio Brasil, sucessor do Bolsa Família, nesta terça-feira, foram 24 votos favoráveis. Dois deputados que votaram contra a proposta mudaram de posição e um que não havia registrado voto votou “sim” nesta segunda votação.

A expectativa era que a PEC tivesse maior dificuldade para ser aprovada, após a pressão das lideranças de partidos de oposição sobre seus parlamentares que votaram favoravelmente na primeira discussão. Mas a segunda votação acabou trazendo mais "desobediência" por parte dos deputados.

Na bancada paranaense, por exemplo, os dois deputados do PSB, Aliel Machado e Luciano Ducci, mantiveram o voto a favor da PEC, apesar de o partido ter fechado questão contra a proposta. E os dois deputados do MDB, Hermes Parcianello e Sergio Souza, contrariaram, desta vez, a orientação do partido, que encaminhou pelo voto contrário. Sergio Souza, que não havia registrado voto na primeira discussão, votou “sim” e Parcianello mudou seu voto, tendo se posicionado contrariamente na primeira votação e favoravelmente na segunda. O outro deputado que também mudou de posição foi Paulo Martins (PSC).

Confira como votou cada deputado da bancada paranaense

Votaram sim:
Aliel Machado (PSB)
Aline Sleutjes (PSL)
Aroldo Martins (Republicanos)
Christiane Yared (PL)
Felipe Francischini (PSL)
Filipe Barros (PSL)
Giacobo (PL)
Hermes Parcianello (MDB)
Leandre (PV)
Luciano Ducci (PSB)
Luisa Canziani (PTB)
Luiz Nishimori (PL)
Luizão Goulart (Republicanos)
Osmar Serraglio (PP)
Paulo Martins (PSC)
Pedro Lupion (DEM)
Ricardo Barros (PP)
Roman (Patriota)
Rossoni (PSDB)
Sargento Fahur (PSD)
Sergio Souza (MDB)
Stephanes Junior (PSD)
Toninho Wandscheer (PROS)
Vermelho (PSD)

Votaram não
Diego Garcia (Podemos)
Enio Verri (PT)
Gleisi Hoffmann (PT)
Gustavo Fruet (PDT)
Rubens Bueno (Cidadania)
Zeca Dirceu (PT)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]