Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Ao menos 13 dos 54 deputados estaduais paranaenses devem trocar de partido.
Ao menos 13 dos 54 deputados estaduais paranaenses devem trocar de partido.| Foto: Dálie Felberg/Alep

Foi aberta nesta quinta-feira (3) a janela partidária, período de um mês em que deputados estaduais, federais e distritais, além de vereadores, podem trocar de partido sem correrem o risco de perder o mandato por causa da fidelidade partidária (que entende que um cargo parlamentar, por exemplo, pertence ao partido e não ao político eleito). E, já no primeiro dia, houve mudança no quadro político local: o deputado estadual Marcio Pacheco oficializou a troca do PDT pelo Republicanos.

RECEBA notícias do Paraná pelo WhatsApp

As trocas de legenda, que serão muitas, darão ao eleitor um retrato mais claro de como se desenhará o jogo político das eleições gerais e estaduais de outubro. É a penúltima grande mexida que pode acontecer no quadro eleitoral. Depois disso, só as convenções partidárias e a oficialização das federações de partidos.

Nos próximos 30 dias, os atuais ocupantes de cargo no Legislativo precisarão definir por qual legenda disputarão a eleição de outubro. É agora, então, que eles decidem que candidato a presidente e a governador vão apoiar, com quem irão se aliar e qual o melhor arranjo eleitoral para seu capital político.

Dois grandes fatores deverão ser os principais responsáveis pela maioria das trocas de partido nesta janela. O primeiro deles é o presidente Jair Bolsonaro (PL). Eleito pelo PSL em 2018, ele deixou a legenda em 2019 e passou quase todo seu governo sem partido. Em 30 de novembro do ano passado, o presidente filiou-se ao PL. Naturalmente, muitos dos deputados de sua base de apoio e que foram eleitos fazendo campanha colados com a figura do presidente devem aproveitar a janela para voltar a fazer parte do mesmo grupo político de Bolsonaro. Ao mesmo tempo em que alguns parlamentares do PL podem deixar o partido por discordarem do convite ao presidente.

O segundo fator é a recém-homologada criação do União Brasil. O partido, que surge da fusão do DEM com o PSL nasceu com a maior bancada do país, com 81 deputados federais, e do Paraná, com oito deputados estaduais. Mas o novo partido tende a sofrer uma forte debandada na janela. Adotando uma postura independente no Congresso, o União deve perder deputados para partidos governistas, como o próprio PL, o PP e o Republicanos, que já firmaram compromisso com a campanha de reeleição de Bolsonaro.

Trocas de comando e de postura de algumas legendas (como o PTB) e o lançamento de pré-candidaturas à revelia da base partidária (como no PSDB do Paraná) e a busca por mais espaço político também devem contribuir para a intensa dança das cadeiras da atual janela partidária.

Na Assembleia Legislativa, além de Pacheco, já anunciaram que trocarão de partido o deputado Ademar Traiano (que deve trocar o PSDB pelo PSD); Paulo Litro (que sairá do PSDB); Tião Medeiros (que deixará o PTB por divergência com a direção nacional); Luiz Cláudio Romanelli (que anunciou a saída do PSB); Requião Filho (que deve acompanhar seu pai, Roberto Requião, que se desfiliou do MDB); e Ricardo Arruda (que trocará o União Brasil por um partido da base do presidente Bolsonaro). Outros deputados que estavam no PSL também tendem a deixar o União Brasil: Coronel Lee, Delegado Fernando e Luiz Fernando Guerra. No PSB, além de Romanelli, os deputados Tiago Amaral, Alexandre Curi e Jonas Guimarães também analisam outros convites.

A fusão de DEM e PSL também deve causar trocas de partido entre os deputados federais paranaenses filiados, hoje, ao União Brasil. Pedro Lupion conversa com o PP; Filipe Barros, com o PL; e Aline Sleutjes analisa propostas de outras legendas da base de apoio a Bolsonaro. A deputada Luisa Canziani, que sofre processo de expulsão do PTB já anunciou que irá se filiar ao PSD.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]